sicnot

Perfil

Cultura

Empresa do homem mais rico da China anuncia parceria com estúdio de Hollywood

Wang Jianlin é o homem mais rico da China

© China Daily China Daily Infor

O conglomerado chinês Wanda Group anunciou hoje que vai investir na produção de filmes da Sony Pictures, em mais um passo que visa converter o grupo num importante operador da indústria cinematográfica de Hollywood.

Fundado no final da década de 1980 em Dalian, no nordeste da China, o Wanda Group começou por se impor no setor imobiliário, mas nos últimos anos passou a investir também no cinema e no turismo.

O acordo anunciado hoje é o primeiro do grupo dirigido por Wang Jianlin - o homem mais rico da China -, com um dos principais estúdios de Hollywood e um marco importante na sua conversão num peso pesado da indústria do entretenimento.

"A aliança vai permitir reforçar o poder de influência do Wanda na indústria de cinema global, e estabelecer um bom precedente para os produtores de filmes chineses nos seus investimentos além-fronteiras", afirmou a empresa em comunicado.

A mesma nota refere que irá "empenhar-se por destacar elementos chineses nos filmes em que investir", sem acrescentar mais detalhes.

O grupo Wanda mediatizou-se nos últimos anos pelos investimentos em grandes ativos na Europa e Estados Unidos da América.

Em 2012, adquiriu a empresa norte-americana AMC Entertainment, proprietária da segunda maior cadeia de cinemas dos EUA e da britânica Odeon & UCI Cinemas, presente no mercado português, onde é o segundo maior distribuidor.

No ano passado, anunciou a compra da Legendary Entertainment, produtora de filmes como "Jurassic World" e "Godzilla", por 3.500 milhões de dólares (3.240 milhões de euros).

Wang Jianlin financiou a produção do filme "Spotlight", Óscar da Melhor Fotografia deste ano.

O grupo detém ainda uma participação de 20% no clube de futebol espanhol Atlético de Madrid e a empresa Triathlon Corporation, proprietária dos direitos de provas desportivas de resistência como Ironman, mas o seu principal foco tem estado em Hollywood.

Wang "tem todo Hollywood na mira" e "talvez o seu próximo passo seja trabalhar diretamente com todos os 'Big Six'", os seis maiores estúdios de cinema de Hollywood, refere o comunicado.

Em maio passado, o grupo abriu o seu primeiro parque temático, um investimento de 3,35 mil milhões de dólares, localizado na cidade de Nanchang, capital da província de Jiangxi, numa tentativa de competir com o novo parque da Disney, inaugurado no mês seguinte, em Xangai.

Lusa

  • Mãe que ficou sem os sete filhos em 2012 recuperou as crianças

    País

    O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado português pela decisão aplicada a Liliana Melo em 2012. A mulher ficou sem os sete filhos por ordem do Tribunal de Sintra. As crianças voltam agora para a mãe, depois de terem estado em diferentes instituições.

  • Vizinhos viram pessoas a dormir na varanda da casa onde estavam sete escravizados

    País

    A Polícia Judiciária e a GNR libertaram sete búlgaros que estavam a ser escravizados em explorações agrícolas do distrito de Bragança. O suspeito dos crimes de tráfico de pessoas, sequestro e escravidão também é búlgaro. O homem foi detido na Bulgária, mas está em prisão preventiva em Portugal. Testemunhas dizem que chegaram a ver várias pessoas a dormir na varanda.

  • Bruno de Carvalho critica a contabilidade do Benfica

    Desporto

    Bruno de Carvalho criticou a contabilidade do Benfica num artigo de opinião que escreveu no Diário de Notícias. Sem nunca se referir ao clube rival, o presidente do Sporting falou do caso Jiménez e das dívidas do clube da Luz.

  • Lago na China torna-se vermelho

    Mundo

    Um lago separado por uma estrada em Yuncheng na China ficou com duas cores diferentes. De um lado da estrada o lago apresenta a sua cor normal, mas do outro vê-se o vermelho. Segundo especialistas, o fenómeno foi causado por algas que afetaram a cor da água, tornando-a vermelha.

  • Nasceu um bebé com três pais

    Mundo

    É um rapaz o primeiro bebé que nasceu com recurso a uma nova técnica que junta genes de três pessoas. Tem o ADN normal do pai e da mãe, juntamente com uma parte do código genético de um doador.