sicnot

Perfil

Cultura

Coleção Miró vai permanecer no Porto

Joan Miro, Paysanne en colère.

Christie’s

O primeiro-ministro anunciou esta terça-feira que o executivo socialista já se decidiu pela manutenção permanente na cidade do Porto da coleção de arte plástica do artista catalão Joan Miró, o maior conjunto de obras mundial daquele autor.

"O Governo já tomou a decisão de fixar definitivamente na cidade do Porto a famosa coleção dos quadros de Miró de forma a que o Porto possa ter um novo polo de atratividade que ajude a consolidar e a reforçar a que tem tido ao longo dos últimos anos", afirmou António Costa, na inauguração da III Cimeira do Turismo Português, que decorre esta terça-feira, no Museu do Oriente, Lisboa, assinalando o Dia Mundial daquele setor económico.

A coleção Miró passou para a posse do Estado depois da nacionalização do Banco Português de Negócios (BPN).

O Museu de Serralves acolhe a partir de sexta-feira a exposição "Joan Miró: Materialidade e metamorfose", que integra 84 obras do artista.

Na segunda-feira, o BE defendeu que as obras de Miró ficassem expostas em permanência no Porto e mostrou-se "empenhado" em garantir essa solução, nomeadamente junto do Governo.

A informação foi transmitida aos jornalistas depois de uma comitiva bloquista ter sido recebida a seu pedido na Câmara do Porto pelo autarca Rui Moreira, que, em julho, revelou estar a conversar com o Governo para avaliar potenciais espaços para acolher a coleção do artista.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.