sicnot

Perfil

Cultura

Criança transgénero reforça o elenco de "Uma Família Muito Moderna"

A série norte-americana "Uma Família Muito Moderna" faz jus ao nome e surpreende mais uma vez. Na nova temporada um ator transgénero fará parte do elenco. Chama-se Jackson Millarker tem oito anos e é descrito como o primeiro ator infantil que se assume publicamente como transgénero.

Jackson Millarker nasceu rapariga mas identifica-se com o sexo masculino. Vai desempenhar o papel de Tom, o novo amigo transgénero da filha (Lily) do casal gay da série, Cameron e Mitchell.

Ryan Case, realizadora da série, usou a sua conta de Instagram para falar do jovem: "Este é o Jackson Millarker. Tem 8 anos, é de Atlanta, e, por acaso, é transgénero. Ele faz de amigo da Lily, Tom, em Uma Família Muito Moderna e é maravilhoso. Esta é uma das muitas razões pelas quais eu adoro fazer parte deste programa."

A série da ABC já foi distinguida com 22 Emmys e vai na oitava temporada.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.