sicnot

Perfil

Cultura

Matilde Campilho, Lobo Antunes e Mia Couto selecionados para prémio Oceanos

O livro poesia de Matilde Campilho, "Jóquei", e os romances "Galveias", de José Luís Peixoto, e "Não é meia-noite quem quer", de António Lobo Antunes, estão entre os semifinalistas do Oceanos - Prémio de Literatura em Língua Portuguesa.

O instituto Itaú Cultural, organizador do galardão que substitui Prémio Portugal Telecom, anunciou a lista das 50 obras semifinalistas para a edição de 2016, repartidas entre as categorias de poesia, romance, conto e crónica. Este ano, serão atribuídos prémios a "quatro livros de criação literária em língua portuguesa".

No que toca à literatura portuguesa, além das obras de Matilde Campilho, Lobo Antunes e José Luís Peixoto, entre os semifinalistas estão "139 epigramas para sentimentalizar pedras", livro de poesia do sociólogo Boaventura de Sousa Santos, e os romances "O pecado de Porto Negro", de Norberto Morais, e "Uma menina está perdida no seu século à procura do pai", de Gonçalo M. Tavares.

Entre os 740 títulos inscritos para o prémio estão também "A rainha ginga", do escritor angolano José Eduardo Agualusa, e "Mulheres de cinzas", do moçambicano Mia Couto.

"Escuta", de Eucanaã Ferraz, "Outro silêncio", de Alice Ruiz - ambos de poesia -, e o romance "A resistência", de Julián Fuks, figuram entre os semifinalistas da literatura brasileira.

A lista dos dez finalistas será revelada a 18 de novembro.

O prémio Oceanos, que cumpre a segunda edição, depois da extinção do Prémio Portugal Telecom, distingue as melhores obras de escritores lusófonos publicadas no Brasil.

No ano passado, o prémio foi atribuído ao escritor brasileiro Silviano Santiago, 80 anos, pelo romance "Mil Rosas Roubadas".

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano