sicnot

Perfil

Cultura

O erro histórico de J.K.Rowling

Apesar de ter concluído a saga de Harry Potter há quase uma década, J.K.Rowling continua a escrever sobre o universo mágico que criou. A autora atualiza os seus fãs com pequenas histórias através do Pottermore, um site criado para o efeito. Na última história publicada, alguns fãs denunciam um erro histórico da autora.

Dan Hallman

A história em questão diz respeito ao Congresso Mágico dos Estados Unidos da América (MACUSA).

Excerto do conto de J.K.Rowling

"O MACUSA mudou-se para Baltimore, onde o presidente Able Fleming vivia, mas a eclosão da Guerra da independência dos Estados Unidos, seguida pela chegada do Congresso dos Não-Mágicos, fez com que o MACUSA ficasse nervoso e se mudasse para Washington.

Foi em Washington que a presidente Elizabeth McGilliguddy presidiu em 1777 ao debate "País ou espécie?. Milhares de bruxas e feiticeiros de toda a América encontraram-se no MACUSA para comparecer a esta reunião extraordinária."

Descobriu o erro?

J.K.Rowling diz que o debate aconteceu em Washington em 1777. No entanto, a cidade só foi fundada em 1790, 13 anos depois do que Rowling relata. Mas como falamos de ficção, os factos não têm obrigatoriamente de ser correspondentes, deve com certeza existir um explicação mágica para o sucedido.

Entretanto, em Londres, está em cena a peça "Harry Potter and the Cursed Child" e, em novembro, chega aos cinemas o filme "Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los".

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.