sicnot

Perfil

Cultura

Festival de Gastronomia de Santarém destaca sabores do mar português

O Festival Nacional de Gastronomia (FNG) começa na sexta-feira em Santarém, propondo-se dar a conhecer, em 12 dias, o melhor da gastronomia nacional, este ano com destaque para os "sabores do mar português".

Até 1 de novembro, na Casa do Campino, em Santarém, restaurantes de nove concelhos do país garantem uma programação diária dedicada aos produtos "emblemáticos" do Atlântico, repetindo-se este ano a experiência realizada em 2015 com o convite a 18 jovens cozinheiros para que apresentem nove jantares numa "abordagem contemporânea de base tradicional".

Evento promovido pela Câmara Municipal de Santarém e pela Entidade Regional de Turismo Alentejo e Ribatejo, a 36.ª edição do FNG tem a parceria do Ministério do Mar e da Secretaria de Estado das Pescas.

Aos produtos do mar - como o peixe, fresco ou seco, as conservas, os mariscos, as algas, o sal - juntam-se os dias temáticos, degustações enogastronómicas, demonstrações de cozinha, 'workshops', cursos e provas de vinho, num programa que pode ser consultado em http://www.festivalnacionaldegastronomia.pt/.

Tendo por mote "Descubra Santarém enquanto prova Portugal", a organização associou ao bilhete de entrada no festival, que tem um custo de dois euros, uma oferta turística, que começou por ser, em 2014, uma entrada gratuita no premiado Museu Diocesano de Santarém, inaugurado nesse ano, e passou, desde 2015, a dar direito a uma visita guiada à cidade.

Nos próximos sábado e domingo, no pátio da Cisterna e no refeitório jesuíta do antigo seminário de Santarém, realiza-se a 2.ª edição da Mostra de Doces Conventuais, dedicada à doçaria jesuíta, acompanhada pela atuação de grupos musicais e demonstrações de cozinha ao vivo.

Segunda e terça-feira o festival acolherá a final nacional do concurso "Jovem Talento da Gastronomia", com 30 finalistas a disputarem o primeiro lugar em seis categorias - Artes da Mesa, Barmen, Cozinha, Cozinha com Legumes, Pastelaria e Tradição e Inovação -- cada uma delas apoiada por uma marca.

Na terça-feira, dia dedicado ao estudante de gastronomia, decorrerá o fórum "Que gastronomia para o futuro de Portugal?".

A Escola Superior Agrária de Santarém irá realizar provas comentadas de queijo curado (dia 24) e sobre vinagres, emulsões e aparentados (dia 26) e um 'workshop' sobre "tecnologia dos alimentos -- avaliação do grau de frescura de peixe" (dia 25).

Propondo-se "suprir um défice de qualidade no serviço de sala" na restauração, o festival volta a realizar, pelo quarto ano, o seminário "Artes da Mesa", que em 2015 reuniu mais de 300 participantes.

Numa iniciativa da Associação de Municípios Produtores de Vinho, o III Salão dos Vinhos, com provas e mostras "que evidenciam a qualidade e a diversidade dos vinhos portugueses, de norte a sul do país", volta a coincidir com o FNG.

À segunda-feira, todo o dia, e às terças e quartas até às 17:00, a entrada será gratuita, permitindo que um maior número de visitantes possa assistir às apresentações gastronómicas feitas pelos municípios e à mostra de artesanato nos claustros da Casa do Campino.

Durante o festival será ainda apresentado formalmente o projeto do Observatório Gastronómico, com candidatura a fundos comunitários já aprovada e com colaboração do gastrónomo e investigador Armando Fernandes, que a Câmara de Santarém quer instalar na antiga Escola Prática de Cavalaria e que se insere na estratégia para o concelho, que coloca a gastronomia como um dos vetores de desenvolvimento (aliado à agricultura e agroindústria, à cultura, ao turismo e à educação).

Lusa

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.