sicnot

Perfil

Cultura

Escavações arqueológicas no Campo das Cebolas podem ser visitadas

EMEL

As escavações arqueológicas no Campo das Cebolas, em Lisboa, que decorrem no âmbito da requalificação daquele local, podem ser visitadas mediante inscrição prévia, anunciou esta quarta-feira a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), que está a acompanhar os trabalhos.

"Com a colaboração e acompanhamento da DGPC foi concebido e está a ser promovido um programa para uma efetiva divulgação pública dos trabalhos arqueológicos junto da comunidade, o qual prevê uma regular divulgação dos resultados e a realização de visitas às escavações", refere aquela entidade em comunicado.

As obras de requalificação do Campo das Cebolas começaram em outubro do ano passado e, desde agosto, a Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) "promove trabalhos de necessários à salvaguarda do património cultural".

No Campo das Cebolas está a ser construído um parque de estacionamento subterrâneo com mais de 200 lugares e zonas de estadia na superfície.

Os trabalhos arqueológicos "têm como objetivo geral a caracterização dos depósitos e estruturas ali presentes, nomeadamente do complexo portuário desde o século XVI até ao século XX, da estratigrafia associada à atividade portuária desde pelo menos o século XVI, bem como a caracterização do paleoambiente da cidade de Lisboa e da dinâmica fluvial do rio Tejo ao longo do tempo".

As visitas são limitadas a grupos de 12 pessoas, sendo a idade mínima dos participantes 12 anos, e as inscrições podem ser feitas através do site da DGPC.

Estão programadas visitas para esta sexta-feira, dia 9 e dia 16 de dezembro.

No site da EMEL pode acompanhar-se os trabalhos arqueológicos, já que a empresa divulga "reportagens semanais com a divulgação dos resultados dos trabalhos".

Na primeira fase das obras de requalificação do Campo das Cebolas já tinham sido identificados "os paredões do Cais da Ribeira Velha, mais estruturas do edifício da Alfândega, o quarteirão pombalino do Terreiro das Farinhas e do edifício Vêr-o-Peso, vestígios e estruturas anteriores ao terramoto de 1755 e o cais pombalino da Ribeira".

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.