sicnot

Perfil

Cultura

Debbie Reynolds morre um dia depois da filha Carrie Fisher

Debbie Reynolds morre um dia depois da filha Carrie Fisher

Um dia depois da filha Carrie Fisher, Debbie Reynolds morreu ontem à noite aos 84 anos, vítima de um AVC. A atriz e cantora estava a tratar de pormenores do funeral da filha quando se sentiu mal.

  • "Quero estar com a minha filha", foram as últimas palavras de Debbie Reynolds 

    Cultura

    Debbie Reynolds, mãe da atriz Carrie Fisher, morreu esta quarta-feira, apenas um dia depois da filha, Princesa Leia na saga "Star Wars". A morte de Debbie Reynolds está, contudo, a levantar suspeitas. De acordo com o jornal The Telegraph, as últimas palavras da também atriz, proferidas pouco antes de se sentir mal e de ser levada para o hospital foram: "Quero estar com a minha filha".

  • "Por favor, que este ano desgraçado chegue ao fim"

    Cultura

    O escritor George R.R. Martin, criador e produtor da série "Guerra dos Tronos", mostrou-se consternado com a morte de mais duas grandes figuras da arte e da cultura, Carrie Fisher e Richard Adams. "Mortes e mais mortes… Este ano está a tornar-se cada vez pior", escreveu Martin esta terça-feira no LiveJournal, mostrando-se desejoso de que 2016 termine depressa - "Por favor, que este ano desgraçado chegue ao fim".

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.