sicnot

Perfil

Cultura

Disney pode receber 48 milhões de euros pela morte de Carrie Fisher

FACUNDO ARRIZABALAGA

A Disney pode vir a receber 48 milhões de euros pela morte inesperada da atriz Carrie Fisher. Isto porque os estúdios tinham feito um seguro para se precaver contra a eventualidade da atriz ser incapaz de chegar ao fim da mais recente trilogia de Star Wars.

Carrie Fisher já tinha terminado as filmagens das cenas do segundo filme, o Episódio VIII, que tem data de estreia para dezembro de 2017. Contudo, ficou a faltar a participação no terceiro.

A atriz de 60 anos morreu no hospital no dia 27 de dezembro, quatro dias depois de sofrer um ataque cardíaco num voo de Londres para Los Angeles.

A Disney comprou a produtora Lucasfilm em 2012, altura em que a empresa fez o seguro. Não é comum fazerem-se seguros que cubram mortes inesperadas ou a incapacidade dos atores na indústria cinematográfica.

Até ao momento, a Disney ainda não explicou o que vai fazer em relação à morte de Carrie, uma vez que a atriz teria um papel importante no Episódio IX. A empresa pode optar por usar a técnica CGI, como já fizerem com o spin-off do Star Wars, Rogue One, que estreou em dezembro.

Star Wars não é a primeira franchise de Hollywood a ser ameaça pela morte inesperada de um ator.

The Hunger Games perdeu um dos seus atores em 2014, Philip Seymour Hoffman. Contudo, a Lionsgate conseguiu lançar o último filme da saga em 2015, graças ao facto do ator ter gravado a maior parte das suas cenas e à tecnologia CGI.

  • Descobertos fósseis que podem provar existência de vida em Marte

    Mundo

    Fósseis com 3,77 mil milhões de anos, dos mais antigos já descobertos, foram identificados por cientistas de vários países na província do Quebec, no leste do Canadá. As descobertas coincidem no tempo com a altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, o que levanta questões sobre a hipótese de vida extraterrestre.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".