sicnot

Perfil

Cultura

Disney pode receber 48 milhões de euros pela morte de Carrie Fisher

FACUNDO ARRIZABALAGA

A Disney pode vir a receber 48 milhões de euros pela morte inesperada da atriz Carrie Fisher. Isto porque os estúdios tinham feito um seguro para se precaver contra a eventualidade da atriz ser incapaz de chegar ao fim da mais recente trilogia de Star Wars.

Carrie Fisher já tinha terminado as filmagens das cenas do segundo filme, o Episódio VIII, que tem data de estreia para dezembro de 2017. Contudo, ficou a faltar a participação no terceiro.

A atriz de 60 anos morreu no hospital no dia 27 de dezembro, quatro dias depois de sofrer um ataque cardíaco num voo de Londres para Los Angeles.

A Disney comprou a produtora Lucasfilm em 2012, altura em que a empresa fez o seguro. Não é comum fazerem-se seguros que cubram mortes inesperadas ou a incapacidade dos atores na indústria cinematográfica.

Até ao momento, a Disney ainda não explicou o que vai fazer em relação à morte de Carrie, uma vez que a atriz teria um papel importante no Episódio IX. A empresa pode optar por usar a técnica CGI, como já fizerem com o spin-off do Star Wars, Rogue One, que estreou em dezembro.

Star Wars não é a primeira franchise de Hollywood a ser ameaça pela morte inesperada de um ator.

The Hunger Games perdeu um dos seus atores em 2014, Philip Seymour Hoffman. Contudo, a Lionsgate conseguiu lançar o último filme da saga em 2015, graças ao facto do ator ter gravado a maior parte das suas cenas e à tecnologia CGI.

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.