sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o ator indiano Om Puri, protagonista de "Tradição é Tradição"

© Mark Blinch / Reuters

O emblemático ator indiano Om Puri, que participou em filmes como "Tradição é Tradição" (1999) ou "A Cidade da Alegria" (1992), morreu esta sexta-feira aos 66 anos na sequência de enfarte na Meca do cinema de Bollywood, Bombaim (Mumbai).

Om Puri, que fez carreira não só no cinema indiano como no cinema britânico e em Hollywood, foi cremado a meio da tarde desta sexta-feira no crematório de Oshiwara, em Bombaim, revelaram nas redes sociais vários dos seus colegas, o cineasta Ashoke Pandit e a atriz Azmi Shabana.

Pandit, amigo próximo de Puri, escreveu nas redes sociais que "toda a indústria do entretenimento está em choque".

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, transmitiu as suas condolências no Twitter, destacando "a longa carreira" de om Puri no cinema e no teatro.

Em Bollywood, Om Puri participou em filmes como "Bhavni Bhavai" (1980), "Mirch Masala" (1986) e "Dharavi" (1992), enquanto no plano internacional atuou ao lado de artistas de primeiro plano como Patrick Swayze, em "A Cidade da Alegria", de Roland Joffé, bem como Jack Nicholson e Michelle Pfeiffer em "Lobo" (1994).

Em "Caçadores na Noite" (1996), Puri trabalhou ao lado de Michael Douglas.

Na base de dados internacional de cinema e atores IMDb, Om Puri está creditado como ator em mais de 300 produções, quer de cinema, quer de televisão. A primeira foi em 1975, no filme Kalla Kalla Bachitko.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC