sicnot

Perfil

Cultura

Xutos & Pontapés lançam novo tema sobre cidade síria de Alepo

© Hugo Correia / Reuters

Os Xutos & Pontapés divulgaram esta sexta-feira, através da rede social Facebook, uma nova canção, intitulada "Alepo", cuja letra foi composta com frases da menina síria Bana Alabed, que descreveu no Twitter o cerco àquela cidade.

"A letra foi composta com as frases do Twitter que a Bana Alabed foi lá pondo. Surge encastrada num tema que andávamos a desenvolver, com um refrão que me invadiu os ouvidos como um grito", pode ler-se numa mensagem assinada pelo vocalista da banda, Tim.

No refrão do tema, com créditos partilhados entre Bana Alabed, Tim e a banda, a voz do cantor chama o nome da cidade, antes de versos como "diz-me tu se fores capaz/como se canta pela paz?".

Sobre Bana Alabed, os Xutos recordam um texto do Jornal de Notícias, datado de 19 de dezembro, no qual se lê que "ainda muito pequena, Bana saiu do anonimato quando, com a ajuda da mãe e em inglês, começou a publicar na internet os efeitos da guerra e a destruição na zona em que vivia em Alepo, fortemente marcada pelos bombardeamentos e a escassez de bens essenciais".

A conta de Twitter da menina síria, que em dezembro abandonou em segurança a cidade de Alepo e chegou a encontrar-se com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, conta mais de 362 mil seguidores e, nela, Bana Alabed descreve-se como uma "pregadora pela paz de sete anos".

"Eu quero viver/Não quero morrer/Em Alepo, Alepo/Quando é que acaba a matança?", ouve-se na canção que os Xutos oferecem "em jeito de prenda dos 38 anos".

Os Xutos & Pontapés estão a trabalhar em material novo desde março do ano passado, acrescentou Tim, que realçou que a banda escolheu "continuar o trabalho do 2Puro" (último disco, lançado em 2014), com a mesma produção, com ambientes semelhantes, propícios a aprofundar a criatividade de cada um".

"Sem ter de inventar a roda talvez se venha a chamar "Duro", esse novo CD", pode ler-se na mensagem deixada no Facebook.

Lusa

  • Bana Alabed "muito feliz" por ter conhecido Presidente da Turquia

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que relatava a guerra no Twitter a partir de Alepo, foi recebida pelo Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. Bana e a família foram retirados de Alepo na segunda-feira, no âmbito da operação de retirada de milhares de civis do leste da cidade síria.

  • Bana Alabed conta como a família sobrevive em Alepo
    3:24

    Mundo

    Parte do que sabemos do drama em Alepo tem chegado pelas mensagens de uma menina de sete anos no Twitter. Há quatro meses que Bana Alabed faz um autêntico diário do horror da guerra. Agora, a menina conta como ela e a família estão entre os milhares que tentam sobreviver.

  • Menina síria cria conta no Twitter para relatar a guerra
    2:32

    Mundo

    Em Alepo, na Síria, uma menina de sete anos criou com a ajuda da mãe uma conta nas redes sociais, onde denuncia os horrores da guerra. Quase 90 mil pessoas seguem o quotidiano de Bana Alabed e a escritora JK Rowling até enviou ebooks de Harry Potter à menina. O Governo de Damasco diz tratar-se de propaganda jihadista.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.