sicnot

Perfil

Cultura

Gorden Kaye foi Rene Artois em "Alô Alô", série de sucesso nos anos 80

IMDB

O ator britânico Gorden Kaye, conhecido sobretudo por ter interpretado o papel de Rene Artois, na série televisiva de comédia "Alô Alô, morreu aos 75 anos, revelou esta segunda-feira a BBC.

Sem adiantar as causas, o agente do ator referiu que ele morreu esta segunda-feira de manhã, numa unidade de cuidados de saúde.

Gorden Kaye foi sobretudo um ator de comédia, em televisão, tendo participado, desde os anos 1960, em algumas dezenas de séries de ficção.

Uma das que lhe deu maior protagonismo foi a produção da BBC "Alô Alô", comédia na qual foi um dos atores principais, como dono do Café René, na França ocupada, pelas forças alemãs de Hitler.

Criada por Jeremy Lloyd e David Croft, "Alô Alô" foi produzida pela BBC, durante uma década, de 1982 a 1992.

Ao longo de mais de 80 episódios - transmitidos em Portugal pela RTP -, o ator desempenhou o papel de Rene Artois, o dono de um café francês que acolhia elementos da resistência contra a ocupação alemã, durante a segunda Guerra Mundial.

Nascido a 7 de abril de 1941, em Huddersfield, Inglaterra, Gorden Kaye chegou ainda a representar o mesmo papel num filme e num espectáculo de teatro homónimo.

Entrou ainda no filme "Brasil: O outro lado do sonho" (1985), de Terry Gylliam.

Lusa

  • Morreu Gorden Kaye

    Cultura

    O ator que ficou conhecido pela interpretação de René François Artois no programa da BBC, "Allo! Allo!" tinha 75 anos.

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.