sicnot

Perfil

Cultura

Peça "Não quero morrer" em estreia no Teatro S. Luiz

A peça "Não quero morrer", com texto, interpretação e encenação de Elmano Sancho e Juanita Barrera, que põe em cena a perda de memória de uma atriz, estreia-se na quarta-feira, no Teatro São Luiz, em Lisboa.

."Não quero morrer", que vai ficar em cena na sala Mário Viegas, gira em torno da atriz francesa Annie Girardot, e do caso do esquecimento de um texto da sua personagem, numa determinada encenação, o que a obrigou a passar uma temporada numa casa de repouso, em Paris, e ao cancelamento da digressão internacional do espectáculo.

Os últimos anos da vida de Annie Girardot, a protagonista de "Chove em Santiago", de Helvio Soto, e de "Roco e os seus irmãos", de Visconti, que sofria da doença de Alzheimer, foram marcados pela falta de trabalho, pela progressiva perda de memória e pelo esquecimento do seu percurso, pela parte do público.

A ideia do espetáculo surgiu em 2015, quando os dois atores se encontravam a estudar e a trabalhar na SITI Company, em Nova Iorque, como recorda o programa de sala de "Não quero morrer". "Tínhamos 35 anos e a urgência de imortalizar uma juventude que não tardaria em desaparecer", referem os atores, sublinhando que "queriam captar e guardar a insolência, a arrogância e o ímpeto" que julgavam ter e que reconheciam nos jovens atores do cinema italiano e francês dos anos 1960.Assim, para esta peça, os criadores entrevistaram artistas portugueses e colombianos esquecidos pelo público.

"Não quero morrer" oferece a possibilidade de os resgatar para que não caiam no esquecimento.Com texto, interpretação e encenação de Elmano Sancho e Juanita Barrera, a peça conta com Rui Catalão, no apoio à dramaturgia, e Pedro Costa, no espaço sonoro.

A iluminação é de Alexandre Coelho e a fotografia de Alípio Padilha. Assinam a produção executiva Nuno Pratas (para Portugal) e Carolina Lombana (para a Colômbia).O projeto é apoiado pela Direção-Geral das Artes e pela sociedade dos atores colombianos, tem apoio da Embaixada da Colômbia, em Portugal, e da Embaixada de Portugal, na Colômbia, assim como da Fundação GDA."Não quero morrer" é uma coprodução da Culturproject, Espaço do Tempo, por Portugal, e da Greta -- Plataforma en Movimiento e Fundación Teatro Nacional, pela Colômbia.A peça pode ser vista de quarta-feira a sábado, às 21:00, e ao domingo, às 17:30. No dia 28, sábado, após o espectáculo, haverá uma conversa com a equipa artística sobre o drama.

A peça será ainda representada em Coimbra e Vila Real e, em março, subirá ao palco da Casa del Teatro Nacional, em Bogotá, na Colômbia.Annie Girardot - que se tornou conhecida com a personagem Nadia, em "Rocco e os seus irmãos" - nasceu em 23 de outubro de 1931, em Paris, e morreu na mesma cidade a 28 de fevereiro de 2011, aos 79 anos."Partir, revenir" e "Les Misérables", de Claude Lelouche, "Merci la vie", de Bertrand Blier, "L'Amour en question", de André Cayatte, e "Vice and Virtue", de Roger Vadim, são outros filmes destacados da sua carreira.

Lusa

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC