sicnot

Perfil

Cultura

Johnny Depp à beira da falência por gastar 2 milhões de euros por mês

© Mario Anzuoni / Reuters

Uma empresa que administrava as contas de Johnny Depp disse esta terça-feira que o ator está à beira de falir. Segundo a mesma empresa, os problemas financeiros de Depp são causados por um estilo de vida que custa quase dois milhões de euros por mês.

De acordo com The Management Group, durante 20 anos, o ator de 53 anos gastou cerca de 1.8 milhões de euros por mês.

A TMG anunciou que o ator gastou mais de 69 milhões de euros em 14 casas e 2.7 milhões para disparar um canhão com as cinzas do escritor Hunter S. Thompson. O ator também precisava de 12 armazéns para guardar recordações de Hollywood.

A empresa abriu um processo contra Johnny Depp por uma dívida que não foi paga. Isto depois de o ator processar a empresa por "má gestão" das suas finanças, com empréstimos sem a sua autorização e ocultação dos seus problemas financeiros.

Contudo, a TMG garantiu que o ator é "o responsável pelos seus problemas de dinheiro". "Ele recusou viver dentro das suas possibilidades, apesar dos vários avisos acerca da sua condição financeira."

Na ação submetida no Tribunal de Los Angeles, a empresa descreveu ainda os gastos do ator:

16.7 milhões de euros num iate de 45 metros;
3.7 milhões de euros na gravação de um disco, que como a empresa diz acabou por ser "um falhanço";
2.7 milhões de euros para disparar um canhão com as cinzas de Hunter S. Thompson;
279 mil euros por mês para manter uma equipa de 40 funcionários;
186 mil euros por mês em aviões privados;
139 mil euros por segurança;
27 mil euros a comprar e a importar vinho.

Johnny Depp aparecerá no final de 2017 uma vez mais como Jack Sparrow, em "Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias".

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.