sicnot

Perfil

Cultura

Lura e Tulipa Ruiz atuam no Festival Músicas do Mundo de Sines

A cabo-verdiana Lura, a brasileira Tulipa Ruiz e a portuguesa Cristina Branco vão atuar na edição deste ano do Festival Músicas do Mundo (FMM), que decorre em Sines e Porto Covo em julho, foi esta quarta-feira anunciado.

A organização do festival anunciou hoje estes e mais sete nomes de cantoras, instrumentistas e compositoras, no que são as primeiras confirmações para o cartaz deste ano. Além de Lura, Tulipa Ruiz e Cristina Branco, atuam este ano no FMM: Fatoumata Diawara & Hindi Zahra (Mali / Marrocos), Gaye Su Akyol (Turquia), Leyla McCalla (EUA / Haiti), Mercedes Peón (Galiza - Espanha), Oumou Sangaré (Mali) e Savina Yannatou & Primavera en Salonico (Grécia).A edição deste ano do FMM, organizado pela Câmara Municipal de Sines, decorre de 21 a 29 de julho em Sines e Porto Covo.

Num comunicado hoje divulgado, a organização define Cristina Branco como "uma das grandes vozes e uma das mais finas sensibilidades da música portuguesa", Fatoumata Diawara (nascida na Costa do Marfim, de pais malianos) & Hindi Zahra (marroquina de origens berberes e tuaregues) como "um encontro da nova geração da diáspora africana em Paris" e Gaye Su Akyol "uma pintora tornada cantora-compositora que revela a energia da cena 'underground' da Istambul mais cosmopolita".

Por seu lado, o trabalho de Leyla McCalla, cantora, compositora e violoncelista norte-americana filha de imigrantes do Haiti, é descrito como "uma mistura crioula de folk, blues e jazz".

A organização refere-se a Lura como "uma das vozes mais marcantes da música cabo-verdiana", enquanto Mercedes Peón trata-se de "uma das artistas mais inovadoras da folk galega e europeia".

O festival acrescenta que Oumou Sangaré é "uma das maiores vozes da música africana" e Savina Yannatou, que estará no festival acompanhada pelo grupo Primavera en Salonico, "a cantora que hoje melhor representa o Mediterrâneo como grande território cultural", sendo Tulipa Ruiz "uma das cantoras mais premiadas da nova geração da música brasileira".

O FMM é um festival "aberto a todas as músicas: de raiz tradicional, urbanas, alternativas, experimentais, de cruzamento, que procura as músicas do mundo reais como são feitas e vividas no nosso tempo: músicas miscigenadas, marcadas pelos contactos entre artistas de origens geográficas e culturais diferentes, devedoras dos movimentos de ideias e pessoas que definem a contemporaneidade".

Lusa

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas. Um estudo que será publicado na quinta-feira pela revista científica Nature faz uma revisão de dados recolhidos por investigações anteriores sobre os principais predadores marinhos e conclui que muitas estimativas sobre o grau de ameaça de muitas espécies, e, consequentemente, decisões sobre níveis sustentáveis de pesca assentam em dados incorretos.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC