sicnot

Perfil

Cultura

Moda e lingerie portuguesas viajam até à New York Fashion Week

© Reuters Photographer / Reuter

Os "Amores Impossíveis" da designer Katty Xiomara, os "Reflexos" de Miguel Vieira, peças da Iora Lingerie 'made' in Braga e a TM Collection voam até à New York Fashion Week, certame de moda norte-americano que arranca esta quinta-feira.

A próxima paragem do Portugal Fashion, um dos maiores eventos de moda em Portugal, é na New York Fashion Week, evento que decorre até 16 de fevereiro e que recebe nos dias 13 e 14 as coleções outono/inverno 2017-2018 dos criadores portugueses Katty Xiomara e Miguel Vieira, respetivamente.

"Amores impossíveis, mas desassociáveis", com coordenados femininos inspirados no universo misterioso da floresta, é o mote da nova coleção de Katty Xiomara para a próxima estação fria e que a criadora portuguesa vai levar, pelas 14:00 locais (09:00 de Lisboa) do dia 13 de feveireiro, à pista dos Pier 59 Studios, um dos mais requisitados lugares da moda nova-iorquinos.

Miguel Vieira pisa pela segunda vez as passarelas da New York Fashion Week, depois de se estrear em setembro de 2016, e vai revelar "Reflexos", a nova coleção de homem e mulher para o próximo outono/inverno.

O desfile está agendado para dia 14, pelas 19:00 locais (14:00 de Lisboa).Além de Xiomara e Vieira, as propostas do designer Luis Buchinho e das marcas lusitanas TM Collection e Iora Lingerie, esta última criada em 1973 e com sede em Braga, também vão participar na semana da moda de Nova Iorque, promovendo as suas "etiquetas" em 'showrooms', avançou à Lusa o diretor de comunicação do Portugal Fashion (PF), Rafael Rocha.

Questionado pela Lusa sobre o porquê da aposta do Portugal Fashion em levar Xiomara e Vieira à New York Fashion Week e não outros criadores portugueses, Rafael Rocha explicou que, nesta altura, tanto Miguel Vieira com Katty Xiomara estão a conseguir concretizar "os seus e os objetivos do Portugal Fashion", que passam pela internacionalização da moda portuguesa.

"Katty Xiomara, hoje, já vende em mais de 50 boutiques norte-americanas, porque tem uma agente de compras que a representa no mercado norte-americano e o Miguel Vieira tem a sua coleção também, Miguel Vieira júnior, em várias lojas multimarcas", sustentou.

Para o Portugal Fashion, as vendas de roupa em vários locais dos EUA são "um sinal claro" que esta aposta "está ganha" no roteiro internacional pela segunda vez consecutiva em Nova Iorque - após ao regresso ao certame em setembro de 2016 e após uma década e meia afastado.

"Mais que estar ganha é uma aposta que deve continuar a ser alimentada para conseguirmos que a moda nacional possa também ser reconhecida nos Estados Unidos como uma moda criativa, moderna, competitiva e que consiga chegar a esse todo enorme mercado norte-americano o que representaria, digamos, para a indústria têxtil do mercado nacional um grande salto em termos de exportações", afirmou aquele responsável.

O PF participou pela primeira vez na New York Fashion Week no ano 2000, com desfiles, por exemplo, de Ana Salazar, Anabela Baldaque, Luís Buchinho, ou Alves/Gonçalves.

A 'fashion stop' seguinte do Portugal Fashion é a 20 de fevereiro em Londres, no Reino Unido, na London Fashion Week, com as criações do designer Alexandre Moura.

O périplo internacional do PF segue depois para Milão, em Itália, e Paris, em França, capitais da moda que esta temporada já receberam estilistas portugueses no âmbito das semanas da moda masculinas.

Lusa