sicnot

Perfil

Cultura

Duelo de divas na entrega dos Grammy hoje em Los Angeles

© Brian Snyder / Reuters

Os prémios de música Grammy, com Beyoncé a liderar as nomeações e Adele não muito atrás, são entregues hoje em Los Angeles (EUA), numa cerimónia que contará com atuações inéditas e onde se podem esperar discursos anti-Trump.

A Associated Press antecipa o que pode acontecer na cerimónia da seguinte forma: "Para muitos artistas que vão estar nos Grammy há um fator que os une para lá do amor à música - um grande desagrado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump".

E cita Beyoncé, Adele e Drake, artistas que são seguidos por milhões de fãs e que têm criticado as posições anti-imigração da atual administração norte-americana, e também Katy Perry e Lady Gaga, que apoiaram a democrata Hillary Clinton.

A cantora norte-americana Beyoncé lidera a edição deste ano com nove nomeações e está prevista uma atuação nos Grammy, onde aparecerá grávida de gémeos.

Com oito nomeações cada seguem-se os artistas Adele, Drake, Kanye West e Rihanna.

Da longa lista de nomeados, destaque para a inclusão, na categoria de melhor álbum de World Music, de "Dois amigos, um século de música", de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

A título póstumo é nomeado David Bowie, por causa do álbum "Blackstar", editado em janeiro de 2016, dias antes de morrer.

Bob Dylan, Nobel da Literatura e já distinguido com mais de uma dezena de prémios Grammy, está nomeado na categoria de "Melhor Álbum Tradicional de Pop Vocal", com "Fallen Angels"

.Entre as atuações previstas conta-se uma colaboração em palco entre Lady Gaga e os Metallica e outra entre os Daft Punk e o músico The Weeknd. Durante a cerimónia serão prestadas homenagens a Prince e a George Michael.

Lusa

  • Inglaterra goleia o Panamá e apura-se para os oitavos de final do Mundial

    Mundial 2018 / Inglaterra

    A Inglaterra venceu o Panamá por 6-1 e garantiu, assim, a qualificação para os oitavos-de-final do Mundial quando ainda falta um jogo para terminar a fase de grupos. Só na primeira parte, a equipa inglesa marcou cinco golos, sendo que dois resultaram de penáltis. Destaque para Harry Kane que hoje fez um hat-trick e soma, portanto, cinco golos só neste Mundial. Referência para o Panamá que ao minuto 78 marcou o primeiro golo de sempre num Mundial. No último encontro Inglaterra e Bélgica irão discutir o primeiro lugar do Grupo G.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37