sicnot

Perfil

Cultura

"La La Land" vence cinco das nove nomeações dos BAFTA

Cartaz Facebook

O musical "La La Land" ganhou este domingo, na 70.ª edição dos prémios da Academia Britânica de Cinema e Televisão, o BAFTA de melhor filme e foi o vencedor da noite, com cinco galardões.

O filme, escrito e dirigido pelo norte-americano Damien Chazelle, e que conta a história de amor e jazz entre Mia (Emma Stone) e Sebastian (Ryan Gosling) em Los Angeles, impôs-se a "Moonlight", de Barry Jenkins, "O Primeiro Encontro", de Denis Villeneuve, "Eu, Daniel Blake", de Ken Loach, e "Manchester by the sea", de Kenneth Lonergan.

"La La Land: Melodia do Amor" venceu cinco dos nove prémios para os quais foi nomeado.

Ao melhor filme, juntam-se os BAFTA de melhor realizador, melhor atriz principal, melhor música (Justin Hurwitz) e melhor fotografia (Linus Sandgren), anunciados numa cerimónia realizada no Royal Albert Hall, em Londres.

O segundo grande favorito da noite, o filme "Animais Noturnos", de Tom Ford, que também partia com nove nomeações, não recebeu qualquer galardão.

"Manchester by the sea" obteve os prémios de melhor ator principal (Casey Affleck) e de melhor argumento original.

O filme "Lion - a longa estrada para casa" conseguiu também dois BAFTA: melhor ator secundário (Dev Patel) e melhor argumento adaptado.

Lista completa dos vencedores:

Melhor filme: "La La Land: Melodia do Amor"

Melhor realizador: Damien Chazelle, "La La Land: Melodia do Amor"

Melhor ator principal: Casey Affleck, "Manchester by the sea"

Melhor atriz principal: Emma Stone, "La La Land: Melodia do Amor"

Melhor ator secundário: Dev Patel, "Lion -- a longa estrada para casa"

Melhor atriz secundária: Viola Davis, "Fences"

Melhor intérprete revelação: Tom Holland

Melhor argumento original: "Manchester by the sea"

Melhor argumento adaptado: "Lion -- a longa estrada para casa"

Melhor filme britânico: "Eu, Daniel Blake"

Melhor documentário: "13Th"

Melhor curta-metragem britânica: "Home"

Melhor filme de animação: "Kubo e as cordas mágicas"

Melhor curta-metragem de animação: "A Love Story"

Melhor filme estrangeiro: "O Filho de Saul" (Hungria)

Melhor estreia de diretor, guionista e produtor britânico: "Sob as Sombras", de Babak Anvari

Melhor música original: "La La Land: Melodia do Amor"

Melhor som: "O Primeiro Encontro"

Melhor fotografia: "La La Land: Melodia do Amor"

Melhor guarda-roupa: "Jackie"

Melhores efeitos especiais: "O Livro da Selva"

Melhor maquilhagem: "Florence Foster Jenkins"

Melhor montagem: "O Herói de Hacksaw Ridge"

Melhor produção: "Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los"

BAFTA honorário: Mel Brooks

BAFTA de maior contribuição para o cinema britânico: Curzon

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.