sicnot

Perfil

Cultura

#GandalfTheGuide, a história de como um estudante fotografou a Nova Zelândia

Ahkil Suhas

Com 21 anos, o recém-licenciado Akhil Suhas decidiu visitar a Nova Zelândia para uma aventura de seis meses a fotografar. Até aqui, a história seria tão comum quanto a de outros fotógrafos que viajam pelo mundo. A diferença, é que as imagens de Akhil têm sempre um convidado especial: Gandalf.

Akhil Suhas passou mais de seis meses a fotografar a Nova Zelândia, mas o que podia distinguir as suas fotografias de outras tantas? A resposta à pergunta chegou quando revia, pela quinta vez, o filme Senhor dos Anéis. O feiticeiro Gandalf tinha que aparecer em todas as imagens.

Foi assim que começou o #GandalfTheGuide (#GandalfOGuia), um projeto que deu a conhecer os locais mais recônditos do país. Cerca de 15 mil quilómetros e cinco mil seguidores depois, o resultado foi publicado no Instagram.

Instagram

Nas fotografias, "Gandalf" aparece geralmente de costas, com a paisagem da Nova Zelândia ao fundo. Uma combinação que pode parecer insólita, mas que fez sucesso nas redes sociais.

Para concretizar o projeto, tudo o que Akhil Suhas precisou foi de uma câmara, um fato de feiticeiro e a ajuda dos locais e turistas, que aceitaram o repto sem pensar duas vezes.

Instagram

"O truque é começar uma conversa, explicar o projeto e depois perguntar se eles gostavam de se disfarçar", explicou o fotógrafo. "Felizmente, ninguém recusou a proposta. Até porque se devem ter apercebido de que se estás na 'Middle Earth', mais vale viveres a fantasia de seres o Gandalf".

Este projeto não deverá terminar por aqui. "Não há razão nenhuma para que o Gandalf não me siga nas próximas viagens", explicou o jovem. A próxima paragem já está decidida e a internet fica certamente à espera de um "#GandalfTheGuide visita a Islândia".

Instagram
  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30