sicnot

Perfil

Cultura

Nicole Kidman explica o "aplauso de foca" nos Óscares

Depois da entrega dos Óscares, muitas pessoas ficaram com dúvidas em relação ao "bater de palmas" peculiar de Nicole Kidman. Recentemente, a atriz explicou o motivo pelo qual parecia estar a aplaudir como uma foca. A resposta é muito simples: anéis.

Durante uma entrevista a uma radio australiana, o apresentador Kyle Sandilands admitiu à atriz: "Disse a toda a gente que estavas a aplaudir daquela maneira porque tinhas os anéis postos, e não querias estragá-los".

"Estás tão certo", ela respondeu.

Segundo a BBC, Nicole Kidman explicou que tinha um "anel enorme" - que não era seu - e que tinha medo de o estragar. Na entrevista à estação de radio KIIS1065, a atriz mostrou-se aliviada pela verdade ter vindo ao de cima. Isto, após a especulação da comunicação social sobre a sua aparente impossibilidade para aplaudir corretamente.

"Foi tão desconfortável, eu queria aplaudir. Eu pensei 'Porque é que a Nicole não está a aplaudir?'", contou a atriz.

Nicole Kidman estava nomeada para Melhor Atriz Secundária pelo seu papel em "Lion", mas acabou por perder para a Viola Davis.

  • A passadeira vermelha dos Óscares
    1:14

    Óscares 2017

    Durante o domingo de Óscares, um dos momentos mais aguardados é o desfile das celebridades. Vamos ver como se apresentaram na passadeira vermelha, com a atenção sobretudo na roupa e nas joias. Os fatos clássicos e escuros dominaram as escolhas dos homens para a cerimónia. A passadeira vermelha por onde passam todos os artistas tem 275 metros de comprimento e 10 metros de largura.

  • Cerimónia dos Óscares marcada por críticas a Donald Trump
    3:18

    Óscares 2017

    Como se previa, a cerimónia de entrega de Óscares ficou também marcada pelas críticas a Donald Trump. O realizador do Melhor Filme Estrangeiro - o iraniano Asghar Farhadi - faltou em protesto contra as políticas anti-imigração. O Presidente norte-americano foi visado também pelo apresentador da cerimónia e o ator mexicano Gael García Bernal criticou o projeto de construção do muro na fronteira.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.