sicnot

Perfil

Cultura

Músicos portugueses fazem homenagem a Leonard Cohen

Blair Gable

Jorge Palma, Samuel Úria e Mazgani são alguns dos músicos que vão participar em dois concertos, em setembro, em Sintra e no Porto, de homenagem ao autor canadiano Leonard Cohen, foi anunciado esta quarta-feira.

Com direção musical de Pedro Vidal, o espetáculo chama-se "As canções de Leonard Cohen" e acontecerá a 21 de setembro, dia de aniversário de Leonard Cohen, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, e no dia 27 na Casa da Música, no Porto.

O reportório musical deixado por Leonard Cohen será interpretado por Jorge Palma, Márcia, David Fonseca, Mazgani, Samuel Úria e Miguel Guedes, dos Blind Zero.

A acompanhá-los em palco estarão o guitarrista Pedro Vidal, que assume a direção musical, o baterista João Correia, o baixista Nuno Lucas, o teclista Rúben Alves e, nos coros, os cantores Paulo Ramos e Orlanda Guilande.

Leonard Cohen morreu dia 7 de novembro do ano passado, aos 82 anos, dias depois de ter publicado um novo álbum, "You want it darker", no qual refletia sobre a própria mortalidade e, com a voz grave característica, se interrogava sobre a natureza do Homem.

O cantor publicou o primeiro álbum, "Songs of Leonard Cohen", em 1967, já depois de ter feito 30 anos e de ter revelado a faceta literária, em particular com o livro de poesia "Let us compare mythologies" (1956) e o romance "O jogo preferido" (1963).

Considerado um dos mais importantes nomes da música popular do século XX, Cohen escreveu músicas simbólicas da sua geração, incluindo "Hallelujah", "Suzanne", "Bird on the wire" ou "So Long Marianne".

Lusa

  • Condutora que atropelou peregrinos "internada compulsivamente"

    País

    A condutora do veículo que hoje atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente. O atropelamento esta madrugada fez uma vítima mortal, um homem, e feriu cinco pessoas, uma das quais em estado grave.

  • Maduro deve ser reeleito em eleições contestadas pela oposição
    1:46

    Mundo

    Os venezuelanos elegem hoje o Presidente que deverá estar à frente do país até 2025. Há quatro candidatos, mas Nicolás Maduro é o favorito na corrida. A oposição apelou ao boicote e vários países da América e das Caraíbas, os EUA e a UE já avisaram que não reconhecerão resultados de uma eleição que não é livre nem transparente.

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23