sicnot

Perfil

Cultura

Clint Eastwood vai dirigir o filme "The 15:17 to Paris"

Mario Anzuoni

O realizador Clint Eastwood vai dirigir o filme "The 15:17 to Paris" sobre três norte-americanos e um britânico que detiveram um terrorista num comboio, evitando um massacre, foi esta quinta-feira noticiado.

De acordo com a fonte de notícias da indústria do entretenimento, 'Deadline', Clint Eastwood adaptou o roteiro do livro "The 15:17 to Paris: The True Story of a Terrorist, a Train, and Three American Horses", escrito por Anthony Sadler, Alek Skarlatos, Spencer Stone e Jeffrey Stern.

Os três primeiros escritores citados foram os norte-americanos que, com o britânico Chris Norman, pararam um homem armado, que viajava em agosto de 2015 num comboio de alta velocidade da rede "Thalis", que se deslocava de Amesterdão para Paris.

O terrorista, o marroquino Ayoub El Kahzzani, embarcou no comboio em Bruxelas com uma metralhadora 'kalashnikov', nove carregadores, uma pistola automática e uma faca, e feriu duas pessoas antes de ser interrompido pelos passageiros e, posteriormente, preso.

O filme contará com um guião de Dorothy Blyskal e Clint Eastwood, que será também produtor com Tim Moore, Kristina Rivera e Jessica Meier.

O realizador vai escolher brevemente o elenco para começar as filmagens ainda em 2017.

Clint Eastwood ganhou o "Óscar" de melhor filme e melhor diretor com "Million Dollar Baby" (2004) e "Unforgiven" (1992). Os últimos filmes "Sully" (2016) e "American Sniper" (2014) foram, também, inspirados em factos reais.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC