sicnot

Perfil

Cultura

Festival de curtas leva cinema português a Nova Iorque há sete anos

O Arte Institute organiza esta quinta e sexta-feira a sétima edição do NY Portuguese Short Film Festival, que acontece em simultâneo em Cascais e Nova Iorque.

O New York Portuguese Short Film Festival, festival de curtas-metragens portuguesas, foi o primeiro certame de cinema português nos Estados Unidos e este ano divide-se pelo conhecido Lincoln Center, na quinta-feira, e pelo Tribeca Film Center, em Nova Iorque, bem como pelo Cinema da Villa, em Cascais, no dia seguinte.

Os filmes foram escolhidos por um júri composto por figuras do meio cinematográfico português, brasileiro e norte-americano, como os realizadores Rúben Alves e Don Cato ou o organizador do São Paulo International Short Festival Márcio Miranda Perez.

Na quinta-feira, será possível ver os filmes "Echoes of Fado", de Yuri Alves, "Carga", de Luís Campos, "The Wood Carver", de João Vasco, "The Fear Installation", de Ricardo Leite, "You", de Hugo Pinto e a curta convidada "Once Upon a Thread", autoria de Patrícia Figueiredo.

No segundo dia, serão exibidos "A Room in Lisbon", de Francisco Carvalho, "Alvanéu", de André Santos, "Manuel", por Bruno Carnide, "The Amazing Ordinary Man", por Paulo Portugal, "Ribbon Tooth", de Sara Gouveia.

"A Long Day", de Sergio Graciano, é a curta convidada. À semelhança do que aconteceu no ano passado, o festival terá depois várias edições à volta do mundo. Nos últimos anos, o evento passou por cinco continentes, 20 países e 44 cidades.

"O cinema português tem-se desenvolvido muito nos últimos anos, sobretudo o formato de curtas, e este festival mostra estes novos realizadores mas também o próprio país e a sua criatividade", explica a presidente do Arte Institute, Ana Ventura Miranda.

O NY Portuguese Short Film Festival aconteceu pela primeira vez em junho de 2011 e é uma iniciativa do Arte Institute, uma organização sediada em Nova Iorque, que divulga a cultura contemporânea portuguesa.

Lusa