sicnot

Perfil

Cultura

"Dear Evan Hansen" vence Melhor Musical nos Prémios Tony

Carlo Allegri

O espetáculo "Dear Evan Hansen" foi o grande vencedor da 71.ª edição dos Prémios Tony, que reconhecem os melhores trabalhos da Broadway, vencendo o galardão de Melhor Musical e outras cinco distinções.

"Dear Evan Hansen" conquistou os prémios de Melhor Ator Principal em musical, pelo trabalho de Ben Platt, Melhor Atriz Secundária, atribuído a Rachel Bay Jones, Melhor Guião, da autoria de Steven Levenson, Melhor Música Original, de Benj Pasek e Justin Paul, e Melhor Orquestra, para Alex Lacamoire.

O musical, sobre o esforço de um adolescente para ser aceite na escola secundária que frequenta, estreou-se inicialmente em Washington, em julho de 2015, mas não chegou à Broadway até ao passado mês de dezembro.

O prémio de Melhor Atriz Principal num musical foi atribuído a Bette Midler por "Hello, Dolly!", espetáculo que também conquistou o galardão de Melhor Ator Secundário num musical, para Gavin Creel, e Melhor Reposição de um musical.

"Oslo", sobre as conversações de paz entre Israel e Palestina em 1993, venceu o prémio de Melhor Peça de Teatro.

Este ano, os Prémios Tony foram apresentados pelo ator Kevin Spacey que, ao contrário de outros anfitriões em edições anteriores, se manteve afastado das críticas políticas à administração norte-americana, ainda que tenha feito uma piada sobre a eleição de Donald Trump como Presidente, quando entrou em palco vestido como o ex-presidente Bill Clinton.

"Este ano já tivemos vários vencedores surpresa (...) e não estou a falar dos Prémios Tony", disse Spacey.

Mais incisivo nas críticas a Trump foi o comediante Stephen Colbert, que mencionou o Presidente várias vezes no seu breve discurso, destacando a possibilidade de o seu mandato acabar antes dos quatro anos previstos.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.