sicnot

Perfil

Cultura

Autorretrato de Andy Warhol pode atingir 7,9 milhões em leilão

Um retrato do artista plástico Andy Warhol, feito em 1963, vai a leilão, pela primeira vez, no dia 28, em Londres, e poderá atingir os 7,9 milhões de euros.

De acordo com o jornal The Guardian, a obra de arte que vai a leilão é uma impressão a partir de uma fotografia de Andy Warhol, feita numa máquina automática, de rua.

"Os primeiros autorretratos do artista, feitos com as fotografias das máquinas automáticas de Nova Iroque, nunca foram tão relevantes para a cultura contemporânea como agora", afirmou James Sevier, da leiloeira Sotheby's, àquele jornal.

Andy Warhol só começou a fazer autorretratos já depois de se ter tornado conhecido por retratar figuras como Elvis Presley, Elizabeth Taylor, Judy Garland e Marilyn Monroe.

Andy Warhol morreu a 22 de Fevereiro de 1987, com 58 anos, e permanece, ainda hoje, muito para lá dos 15 minutos de fama, como um dos mais importantes artistas norte-americanos da segunda metade do século XX e ele próprio o símbolo da Pop Art.

Lusa

  • CGTP espera milhares na 1ª manifestação nacional do ano
    1:49

    País

    A CGTP-IN conta ter "dezenas de milhares de trabalhadores" de todo o país e setores de atividade na primeira manifestação nacional do ano, marcada para esta tarde, em Lisboa, em defesa da valorização do trabalho e dos trabalhadores.Estão previstas centenas de autocarros e quatro comboios especiais, um de Braga e três do Porto, para transportar os manifestantes para a capital.De Coimbra saíram 13 autocarros, com cerca de 700 trabalhadores, de setores diferentes para exigir ao governo reposição de direitos perdidos.

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus

  • Registadas mais de 500 queimadas em 12 horas

    País

    A Proteção Civil registou esta sexta-feira, no distrito de Viana do Castelo, entre as 06:00 e as 18:00, 515 queimadas, mais cerca de uma centena das contabilizadas na quinta-feira, sendo que três terão dado origem a incêndios florestais.