sicnot

Perfil

Cultura

Atriz Fernanda Borsatti morreu hoje aos 86 anos

A atriz portuguesa Fernanda Borsatti morreu hoje de manhã, aos 86 anos, no Hospital da CUF, em Lisboa, vítima de doença prolongada, revelou a Casa do Artista.

Nascida em Évora, a 01 de setembro de 1931, Fernanda Borsatti interpretou os mais diversos géneros teatrais, desde revista a comédia, passando pelas peças dramáticas.

Ao longo da carreira artística, passou por mais de dez companhias de teatro, entre as quais o Teatro Maria Vitória, a Companhia Laura Alves, a Companhia Raul Solnado, o Teatro Maria Matos e a Casa da Comédia.

A atriz integrou o elenco do Teatro Nacional D. Maria II entre 1978 e 2001 e trabalhou com realizadores como Henrique Campos ou José Fonseca e Costa.

No Teatro D. Maria II participou nas peças "O Bicho", "O Tempo Feminino", "O Fidalgo Aprendiz" (com Ruy de Carvalho), "Passa por mim no Rossio", "As Fúrias", "O Crime da Aldeia Velha" e "Não Digas Nada", entre outras.

Entre as longas-metragens que integrou no cinema, contam-se "Sangue Toureiro", "Pão, Amor...e Totobola", "Domingo à Tarde", "O Diabo era Outro", "O Ladrão de quem se fala", "A mulher do próximo", "O Querido Lilás" e "A Corte do Norte".

Na televisão integrou séries, 'sitcoms' e telenovelas, como "A vida privada de Salazar", "Doce Fugitiva", "Inspetor Max", "Residencial Tejo", "Lá em casa tudo bem", "Gente fina é outra coisa", "Eu show Nico" ou "A Dama das Camélias".

Em 2007, Fernanda Borsatti recebeu a Medalha de Mérito Municipal, no seu Grau Ouro, da Câmara Municipal de Lisboa.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.