sicnot

Perfil

Cultura

Morreu Zé Pedro dos Xutos & Pontapés

Em atualização

Hugo Correia

Zé Pedro, guitarrista e fundador dos Xutos & Pontapés, morreu hoje. Tinha 61 anos.

Última atualização às 17:44

De acordo com o Blitz, Zé Pedro faleceu em sua casa. O músico lutava há algum tempo com uma doença prolongada.

José Pedro Amaro dos Santos Reis nasceu a 14 de setembro de 1956 em Lisboa. Viveu em Timor alguns anos e voltou a Portugal. Fundou os Xutos & Pontapés quando tinha 22 anos, banda onde sempre se manteve, como guitarra ritmo e compositor.

São da autoria de Zé Pedro temas como "Submissão", "Não Sou o Único", "Dados Viciados", "Carta Cera" e "N'América".

Pelo meio, nos anos 90 participou no Palma's Gang, projeto de Jorge Palma. Em 2006, criou Os Maduros.

Também era DJ e, mais recentemente, em 2011, formou o supergrupo Ladrões do Tempo com Tó Trips (Dead Combo), Pedro Gonçalves (Dead Combo), Samuel Palitos (Censurados) e Paulo Franco (Dapunksportif).

Seis décadas de vida dedicada ao rock

Em 2016, a propósito do 60.º aniversário, a SIC entrevistou Zé Pedro, momento que aqui recuperamos:

Zé Pedro foi também o convidado do programa Alta Definição da SIC em outubro de 2011.

  • "Vou recordar para sempre o coração gigante do Zé Pedro"
    2:03

    Cultura

    O mundo da música perdeu esta quinta-feira um dos rostos mais conhecidos do rock português, Zé Pedro dos Xutos & Pontapés morreu aos 61 anos. Em direto para a SIC Notícias, o músico Tozé Brito lembrou o amigo e colega de profissão como "um ser humano excecional" que deixará muita saudade.

  • Zé Pedro era uma "enciclopédia de música"
    4:19

    Cultura

    Vítor Figueiredo lembrou como conheceu Zé Pedro, numa viagem a Seattle para ver um concerto dos Pearl Jam, na qual passou o tempo a contar anedotas. O músico dos Xutos & Pontapés morreu esta quinta-feira aos 61 anos. Num discurso emocionado, na SIC Notícias, o ex-diretor da SIC Radical disse que Zé Pedro era uma "enciclopédia de música", uma pessoa "extremamente fácil de lidar" e "expressava-se de uma maneira muito simples".

  • A simpatia, a bondade e a humanidade de Zé Pedro
    5:04

    Cultura

    João Carvalho, amigo de longa data de Zé Pedro, ficou completamente em choque com a sua morte. Em direto apra a SIC Notícias, o amigo lembrou alguns momentos que passou com ele e reconheceu que era das pessoas "mais bondosas e mais honestas" que conhecia. João Carvalho disse ainda que a humanidade estava agora mais pobre pela morte de Zé Pedro.

  • "A música ligeira fica mais pobre"
    2:13

    Cultura

    Simone de Oliveira lamentou esta quinta-feira a morte de Zé Pedro. Em direto para a SIC Notícias, a cantora lembrou o talento do músico e disse que a música ligeira ficava agora mais pobre.

  • Zé Pedro, um dos inventores do rock português
    4:27

    Cultura

    Zé Pedro dos Xutos & Pontapés morreu esta quinta-feira, aos 61 anos. Em direto para a SIC Notícias, Miguel Cadete relembrou a vida do músico e disse que a sua herança era da "invenção do rock" em Portugal. O diretor da Blitz falou no "excelente" papel de músico e compositor, assim como também de dinamizador. Zé Pedro era "alguém que pertencia à cena da música rock" em Portugal e o "melhor relações públicas" português.

  • Isto não é não jornalismo. Por Ricardo Costa

    Opinião

    Uma das decisões mais banais e corriqueiras do jornalismo assenta nas escolhas que se fazem no dia a dia. Que temas se abordam, que destaque se dá a este ou aquele assunto, que ângulos de abordagem se usam. São opções condicionadas por uma série de fatores - que vão do interesse e da novidade até questões tão básicas como o haver ou não jornalistas com tempo, meios e conhecimentos para o fazerem -, que estão e estarão na base de qualquer dia de trabalho numa redação.

    Ricardo Costa

  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.