sicnot

Perfil

Cultura

Ator Irrfan Khan sofre de uma doença rara

Taylor Jewell

O ator indiano Irrfan Khan revelou na segunda-feira que sofre de uma "doença rara". Numa mensagem deixada nas redes sociais, o ator de Bollywood pediu aos fãs que não especulassem sobre a sua condição, acrescentando que iria partilhar mais informação quando "as investigações chegarem a um diagnóstico conclusivo".

O ator de 51 anos participou em mais de 100 filmes, incluindo êxitos de Bollywood, como "Piku", "Maqbool", "Haasil" e "Paan Singh Tomar". Já a carreira internacional conta com filmes como "A Vida de Pi", "Quem Quer Ser Bilionário?" e "O Fantástico Homem-Aranha".

Irrfan Khan usou o Twitter para falar sobre a doença, que descobriu há duas semanas, mas que ainda não há um diagnóstico conclusivo.

"Nunca desisti e sempre lutei pelas minhas escolhas e sempre lutarei", escreve Irrfan Khan, um dos mais conhecidos atores internacionais na Índia.

Em 2013, venceu o prémio de Melhor Ator, no National Film Awards da Índia, pelo papel em "Paan Singh Tomar", em que interpretava um atleta de topo que se tornou bandido.

O ator também venceu prémios internacionais, como o prémio de Viewers' Choice no Festival de Cannes, pelo filme indiano "A Lancheira".

  • França vence o Peru e apura-se para os oitavos de final do Mundial

    Mundial 2018 / França

    A França venceu o Peru num encontro da 2.ª jornada do grupo C do Mundial 2018. Aos 34 minutos, Pogba passou para Giroud na esquerda, que tentou de pronto o remate, mas a bola saiu prensada por um defesa e chegou até à boca da baliza, onde apareceu Mbappé que praticamente só tem que encostar para pôr a França em vantagem no marcador. Ainda na primeira parte, Lucas Hernández tentou, por duas vezes consecutivas, marcar o segundo golo da França. Na segunda parte, o peruano Farfán ainda rematou várias vezes à baliza de Hugo Lloris, mas sem êxito.

  • Colisão mortal no IC1 perto da Marateca
    1:51
  • Portugal e Espanha empatados em tudo... menos nos amarelos
    1:42
  • Fase de grupos é o "momento mais crítico", diz Fernando Santos
    0:21