Cultura

Robocop vai regressar às salas de cinema

Robocop vai regressar aos grandes ecrãs de cinema. A MGM anunciou a sequela do filme, de 1987, protagonizado por Peter Weller. A produção executiva está a cargo dos autorores do filme original que ganhou um Óscar de Melhor Montagem de Som.

Em 2014 coube ao brasileiro José Padilha dar seguimento à história de ficção científica sobre um ciborgue que ajuda a combater o crime. Agora é o realizador Neil Blomkamp que vai levar ao grande ecrã "Robocop Returns".

A produção executiva é dos autorores do filme original que ganhou um Óscar de Melhor Montagem de Som.

O filme ainda não tem data de estreia anunciada.

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • Ora Eça!

    Opinião

    Eça, o meu conterrâneo que se definia como sendo "apenas um pobre homem da Póvoa de Varzim" não haveria de gostar de nada que fosse obrigatório. Durante décadas, Os Maias lá estiveram, quem sabe numa progressista lista pós-revolução, dada a natureza "sexual e incestuosa" da obra. Sai dessa lista agora. Claro que sai. "Ninguém" gostava de "ter de" ler Os Maias.

    Pedro Cruz

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16