sicnot

Perfil

Desporto

Liga portuguesa 2013/2014 arranca a 18 de agosto 

A Liga portuguesa de futebol 2013/2014 arranca a 18 de agosto, uma semana depois da II Liga, enquanto a Supertaça, entre  FC Porto e Vitória de Guimarães, está agendada para o dia 10 do mesmo mês.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

© Kai Pfaffenbach / Reuters

De acordo com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que  publicou hoje no seu site o calendário oficial para a próxima temporada,  a Liga tem estreia marcada para 18 de agosto e termina a 11 de maio de 2014.

A II Liga, que tem mais 12 jornadas do que o campeonato principal, começa  mais cedo, a 11 de agosto, mas tem igualmente o fim agendado para 11 de  maio do próximo ano. 

A Supertaça, jogo que habitualmente abre temporada e que irá colocar  frente a frente o FC Porto, vencedor da Liga, e o Vitória de Guimarães,  que conquistou a Taça de Portugal, será a 10 de agosto. 

O início das competições profissionais em Portugal tem arranque marcado  para 27 de julho, com a primeira fase da Taça de Liga, competição que tem  a final marcada para 26 de abril de 2014, mas, caso um dos finalistas esteja  ainda a disputar as provas europeias, será a 27. 

A primeira eliminatória da Taça de Portugal está marcada para 1 de setembro  e a final será a 18 de maio do próximo ano, jogo que encerrará a temporada,  num ano marcado pelo Campeonato do Mundo, no Brasil. 

Lusa

  • Não houve feridos no incêndio que destruiu parte do empreendimento Zmar
  • Tornada pública correspondência entre Barroso e Goldman Sachs em 2005

    Mundo

    O fim de semana está a ser marcado por revelações na imprensa sobre as relações de proximidade entre a Comissão Europeia e o banco Goldman Sachs durante os mandatos de Durão Barroso. As notícias são do jornal Público, que consultou os arquivos da comissão em Bruxelas e que escreve que os banqueiros faziam chegar ao gabinete de Barroso sugestões de alteração às políticas europeias.

  • Ministro promete atualização das pensões no próximo ano

    Economia

    O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social promete uma atualização das pensões no próximo ano. À margem de um encontro das mulheres socialistas de Lisboa, Vieira da Silva garantiu ainda que o próximo Orçamento do Estado vai continua a centrar-se na defesa dos mínimos sociais e na estabilidade do sistema de proteção social.

  • Catarina Martins insiste que IRS deve ser mais progressivo

    Economia

    Catarina Martins insiste que o IRS deve ser mais progressivo para proteger quem tem menores salários. Na reação à manchete do Expresso, que dá conta de que as famílias com maiores rendimentos podem vir a pagar menos impostos por via do fim da sobretaxa, a coordenadora do Bloco de Esquerda sublinha apenas que a medida era uma promessa eleitoral que tem que ser cumprida.

  • Mulher do afro-americano morto pela polícia em Charlotte divulga imagens dos disparos