sicnot

Perfil

Desporto

Leonel Pontes deixa comando técnico do Marítimo

O treinador português Leonel Pontes abandonou hoje o comando técnico do Marítimo, anunciou o 11.º classificado da I Liga portuguesa de futebol. É a quinta "chicotada psicológica" da temporada

"Marítimo da Madeira Futebol SAD e Leonel Pontes acordaram rescindir o contrato que ligava as duas partes. Com Leonel Pontes sai, também, Tiago Leal", lê-se na página oficial do clube madeirense no Facebook.

A derrota por 1-0 sofrida na sexta-feira no estádio do Vitória de Guimarães, por 1-0, precipitou a saída de Leonel Pontes, que deixa o Marítimo na 11.ª posição no campeonato, a 13 pontos dos 'lugares europeus' e nove pontos acima da zona de despromoção à II Liga.

Leonel Pontes, de 42 anos, estreou-se como treinador principal no início da temporada 2014/15, depois de ter sido adjunto de Paulo Bento, no Sporting e na seleção portuguesa.

O técnico termina a ligação aos insulares com um saldo de oito vitórias, três empates e 12 derrotas na competição.

Paulo Sérgio tinha sido o anterior técnico a ser dispensado por um clube do escalão principal, pela Académica, após a 21.ª jornada, tendo deixado no penúltimo lugar os 'estudantes', que passaram a ser liderados, interinamente, por José Viterbo.

As alterações nas equipas técnicas do primeiro escalão começaram logo ao fim da terceira jornada, quando José Mota substituiu, no Gil Vicente, João de Deus, que orienta atualmente o Sporting B.

Na jornada seguinte, foi a vez de Ricardo Chéu, que agora treina o Académico de Viseu, deixar o Penafiel, "entregando" o cargo a Rui Quinta, e, à 17.ª ronda, Domingos Paciência abandonou o Vitória de Setúbal, agora orientado por Buno Ribeiro.

 
Com Lusa
  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.