sicnot

Perfil

Desporto

UEFA abre inquérito a incidentes no Feyenoord-Roma

A UEFA abriu um inquérito disciplinar na sequência dos incidentes verificados no jogo dos 16 avos de final da Liga Europa em futebol entre o Feyenoord e a Roma, em Roterdão, anunciou hoje o organismo.

© Yves Herman / Reuters

O caso do clube holandês estará em análise na reunião de 19 de março, devido a "comportamento racista", "arremesso de projéteis e utilização de material pirotécnico" e "organização deficiente".

Em relação à Roma, a UEFA abriu um inquérito devido a "atraso da equipa" e ao jogador sérvio Adem Ljajic, acusado de ter "provocado" os espetadores, num processo que deverá ser analisado já esta quarta-feira.

Na quinta-feira, na segunda mão entre as duas equipas, em Roterdão, o jogo teve que ser interrompido por duas vezes, devido ao arremesso de objetos para o relvado por parte dos adeptos do Feyenoord.

O jogo inscreve-se num contexto muito particular, depois dos atos de vandalismo provocados por dezenas de adeptos do clube holandês na capital italiana, provocando inúmeros distúrbios e estragos.

Em Roterdão assistiu-se também ao arremesso de uma banana insuflável para o relvado, o que foi interpretado por muitos como um ato racista em relação a alguns jogadores da Roma.

A Roma apurou-se para os oitavos de final da competição, depois de vencer em Roterdão por 2-1 e quando as duas equipas tinham empatado a um golo no jogo da primeira mão.




Lusa
  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.