sicnot

Perfil

Desporto

Chelsea vence West Ham e continua isolado na liderança da liga inglesa

O Chelsea, do português José Mourinho, venceu hoje no terreno do West Ham, por 1-0, em jogo da 28.ª jornada da liga inglesa em futebol, e continua isolado na liderança.

© Action Images / Reuters

Um golo do belga Eden Hazard, ao minuto 22, garantiu a vitória no dérbi londrino ao Chelsea que viu a combativa equipa do West Ham criar um par de boas ocasiões para empatar, tendo valido à equipa de José Mourinho a exibição segura do guarda-redes Courtois.

Com esta vitória, o Chelsea segura a liderança do campeonato com uma 'tranquila' vantagem de cinco pontos sobre o segundo classificado, o Manchester City, que hoje venceu o Leicester, por 2-0, tendo ainda um jogo a menos do que os atuais campeões.

Um golo de David Silva, aos 45+2, e Milner, aos 88, valeram três pontos aos 'citizens', que somam agora 58 pontos, contra os 63 do Chelsea.

Arsenal e Manchester United venceram Queens Park Rangers (2-1) e Newcastle (1-0), respetivamente, e continuam separados por um ponto na tabela, com vantagem para os londrinos, que seguraram o terceiro posto, somando agora 54 pontos.

Nos outros jogos da noite, destaque para a vitória do Liverpool sobre o Burnley, por 2-0, que garante o quinto posto aos 'reds', para a vitória do Tottenham sobre o Swansea, por 3-2, e para o triunfo 'caseiro' do Stoke sobre o Everton, por 2-0. 

Nos jogos realizados na terça-feira, o Aston Villa venceu o West Bromwich, por 1-0, e pelo mesmo resultado o Southampton, equipa 'sensação' do campeonato, agora sexta classificada, levou a melhor sobre Crystal Palace, enquanto Hull City e Sunderland empataram 1-1.

No fundo da tabela, nos lugares de despromoção, o Leicester, com 18 pontos, é último classificado, enquanto o Queens Park Rangers e Burnley, ambos com 22, são 18.º e 19.º classificados, respetivamente.








Lusa
  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30