sicnot

Perfil

Desporto

Jefferson regressa mas Nani fica de fora

O extremo Nani ficou hoje de fora da convocatória do Sporting para a visita ao Nacional, da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal de futebol, na quinta-feira, numa lista à qual regressa o lateral-esquerdo Jefferson.

Jefferson reentra nas escolhas dos "leões".

Jefferson reentra nas escolhas dos "leões".

REUTERS

O internacional português fica de fora das escolhas de Marco Silva após apresentar sinais de fadiga muscular, devendo voltar aos treinos no sábado. 

Depois de ter estado afastado da equipa por motivos disciplinares, o brasileiro Jefferson reentra nas escolhas dos 'leões', entrando para o lugar do argentino Jonathan Silva, que foi titular na derrota de domingo no terreno do FC Porto (3-0), na 23.ª jornada da I Liga.

O Sporting visita na quinta-feira o terreno do Nacional, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, numa partida que será arbitrado por Carlos Xistra, de Castelo Branco.



Lista de 19 convocados:

- Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck.

- Defesas: Cédric, Miguel Lopes, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo, Naby Sarr e Jefferson.

- Médios: Rosell, William, Adrien, João Mário e André Martins.

- Avançado: Carillo, Carlos Mané, Capel, Montero, Tanaka e Slimani.




Lusa
  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.