sicnot

Perfil

Desporto

Michael Phelps pode vir a estar nos Mundiais de natação

O nadador Michael Phelps, recordista de medalhas olímpicas, poderá ser reintegrado na seleção dos Estados Unidos para os Mundiais, que se disputam em agosto, apesar de inicialmente ter sido excluído devido a um caso de alcoolemia. 

© USA Today Sports / Reuters

"É complicado, mas há possibilidades de que aconteça. Há formas de reconsiderar ou considerar a situação", admitiu o diretor executivo da Federação norte-americana de natação, Chuck Wielgus, em declarações ao ESPN.com.

Phelps, que já tinha conquistado um lugar para os Mundiais de Kazan (Rússia) nas provas de 100 metros livres, 100 mariposa e 200 estilos, foi sancionado em outubro pela sua federação com uma suspensão de seis meses, depois de ser detido por conduzir sob o efeito do álcool. 

Além da suspensão, a entidade que tutela a natação nos Estados Unidos excluiu Phelps, dono de 22 medalhas olímpicas, da equipa que representará o seu país nos Campeonatos do Mundo em agosto, apesar de a sua sanção terminar a 06 de abril, quatro meses antes do início da competição. 

Esta decisão podia ser reconsiderada, de acordo com Chuck Wielgus, que reconheceu já ter mantido conversas informais com o nadador. 

Phelps, que deverá regressar às piscinas a 15 de abril na localidade de Mesa (Estados Unidos), voltou à natação no ano passado, dois anos depois de anunciar a sua retirada, com o objetivo de participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. 

Michael Phelps, que em junho cumprirá 30 anos, conseguiu um regresso bem-sucedido com cinco medalhas nos Campeonatos Pan-Pacífico, antes de ser detido, a 29 de setembro de 2014, pela polícia de Baltimore, quando conduzia a quase o dobro da velocidade permitida e com uma taxa de álcool no sangue superior à autorizada. 



Lusa
  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52