sicnot

Perfil

Desporto

Ex-presidente do Osasuna detido por presumível desvio de dinheiro do clube

O ex-presidente do Osasuna Miguel Archanco, o ex-gestor Ángel Vizcay e o ex-diretor Txuma Peralta foram hoje detidos, por ordem de um juiz de instrução de Pamplona, por alegado desvio de dinheiro do clube.

© Andrea Comas / Reuters

A investigação incide no desvio de uma verba a rondar os 2,4 milhões de euros, e os três dirigentes foram, segundo fontes judiciais, detidos hoje de manhã e deverão ainda hoje ser ouvidos pelo juiz.

Em causa estarão crimes de apropriação indevida, sociedade criminosa e falsificação de documentos.

Archanco foi presidente do Osasuna -- que desceu na última época à segunda divisão -- até junho de 2014.

A operação de hoje acontece depois de os responsáveis da auditoria às contas do Osasuna terem detetado presumíveis irregularidades nas contas do clube, surgindo agora como testemunhas periciais na investigação.

O resultado da auditoria foi conhecido a 18 de fevereiro e o processo judicial teve início no dia seguinte, quando a atual junta diretiva do clube, presidida por Luis Sabalza, denunciou as alegadas irregularidades na presidência de Archanco.



Lusa
  • Corrida à Agência Europeia Medicamento "não é fácil", admite Costa
    0:50

    Brexit

    António Costa confirmou a apresentação da candidatura para a transferência da agência europeia do medicamento de Londres para Portugal. À margem da cimeira extraordinário sobre o Brexit, o primeiro-ministro salientou a importância da instalação do instituto no país para reforçar a competitividade no setor