sicnot

Perfil

Desporto

Ricardo Salgado desobedeceu ao Banco de Portugal e praticou atos de gestão ruinosa

A gestão de Ricardo Salgado desobedeceu ao Banco de Portugal 21 vezes entre dezembro de 2013 e julho do ano passado. Estes são dados que constam de uma auditoria pedida pelo supervisor à Deloitte. Além disso, de acordo com o Jornal de Negócios, Salgado praticou atos dolosos de gestão ruinosa, para além de ter concedido financiamentos em violação das regras. Em novembro de 2014, a SIC tinha já noticiado os principais pontos desta investigação.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

"A gestão de Ricardo Salgado desobedeceu ao Banco de Portugal 21 vezes entre dezembro de 2013 e julho de 2014, conclui o primeiro bloco da auditoria forense pedida pelo supervisor à Deloitte. E praticou atos dolosos de gestão ruinosa, para além de ter concedido financiamentos em violação das regras", lê-se no Jornal de Negócios.

Além disso, as administrações do BES e do Espírito Santo Financial Group (ESFG) "terão desobedecido de forma ilegítima a determinações do Banco de Portugal por 21 vezes". 

A liderança de Salgado terá também praticado, por quatro vezes, "atos dolosos de gestão ruinosa" e concedido "dois financiamentos a administradores e a empresas do Grupo Espírito Santo sem cumprir as regras aplicáveis aos membros dos órgãos sociais e a partes relacionadas"

O jornal cita "as conclusões do primeiro bloco da auditoria forense solicitada pelo Banco de Portugal ao BES, e que foi elaborada pela Deloitte, de acordo com o sumário executivo que o supervisor enviou esta quarta-feira, 04 de março, à comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES".

"No total são identificadas 30 possíveis infrações, apenas num dos cinco blocos que compõem a auditoria forense e que diz respeito à violação das determinações que o Banco de Portugal impôs ao BES e ao ESFG a partir de dezembro e até ao final de julho", acrescenta. 

Com as "imposições" apontadas, o supervisor "pretendia isolar o banco e a área financeira do risco de contágio aos problemas financeiros detetados na Espírito Santo".


  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC