sicnot

Perfil

Desporto

Nelson Évora na final do triplo salto dos Europeus de atletismo

O português Nelson Évora apurou-se hoje para a final do triplo salto dos Europeus de atletismo de pista coberta, que se estão a ser disputados em Praga, com a terceira melhor marca da qualificação. Edi Maia e Diogo Ferreira foram eliminados no salto com vara.

VALDRIN XHEMAJ

Évora conseguiu a sua melhor marca no segundo salto, com 16,61 metros, fazendo 16,51 e 15,95 nas outras tentativas.

O atleta do Benfica, que chega aos Europeus com a melhor marca europeia do ano (17,19), foi ultrapassado na qualificação pelo russo Dmitriy Sorokin (16,76 metros), o único a conseguir a qualificação direta, e pelo romeno Marian Oprea (16,63).

A final do triplo salto disputa-se no sábado, a partir das 17:45

Já Edi Maia e Diogo Ferreira foram hoje eliminados na qualificação do salto com vara.

Edi Maia, recordista nacional, com 5,70 metros, falhou as três tentativas a 5,05, marca com que começou a qualificação, sendo eliminado.

Diogo Ferreira dispensou o salto a 5,05 metros e passou a fasquia a 5,25 à segunda tentativa, acabando, contudo, por não conseguir ultrapassar os 5,45, terminando a prova na 17.ª posição.


Com Lusa
  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.