sicnot

Perfil

Desporto

Clubes brasileiros vão perder pontos se tiverem ordenados em atraso

Os clubes brasileiros vão ser castigados com perda de pontos no seu campeonato se os jogadores denunciarem ordenados em atraso, anunciou hoje a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Clubes brasileiros serão penalizados se tiverem ordenados em atraso.

Clubes brasileiros serão penalizados se tiverem ordenados em atraso.

© Ueslei Marcelino / Reuters

O organismo apenas vai aceitar denuncias dos próprios jogadores, dos seus advogados ou dos sindicatos, segundo o regulamento "jogo limpo laboral", que vai punir com a subtração de três pontos por cada jogo em que perdure a irregularidade.

O jogador afetado poderá denunciar o seu próprio clube se este se atrasar mais de 30 dias no pagamento, mas, até que seja aplicada a sanção, o Tribunal Superior de Justiça Desportiva da CBF vai aguardar 15 dias para que seja regularizada a situação.

Estas acusações podem ser feitas até um mês depois do fim dos campeonatos dos três primeiros escalões do futebol brasileiro, aos quais se aplica este regulamento.

Além de retirar pontos, estão ainda previstas multas e a proibição de realizar novas contratações.

Este regulamento, inspirado num aplicado desde 2012 no campeonato regional de São Paulo, onde todas as denuncias registadas até agora foram resolvidas com acordos entre os clubes e os jogadores, pelo que nunca foram retirados pontos.

O atraso nos salários é recorrente no Brasil e no ano passado pelo menos oito equipas da primeira divisão estiveram um ou mais meses sem regularizar os pagamentos.


Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".