sicnot

Perfil

Desporto

Figo reúne-se com dirigentes da CONCACAF para apresentar candidatura à FIFA

Luís Figo vai reunir-se na quarta-feira, em Filadélfia, nos Estados Unidos, com representantes da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF) para apresentar a sua candidatura à presidência da FIFA. 

Luís Figo já conta com o apoio oficial da Dinamarca, Montenegro, Polónia, Macedónia, Luxemburgo e Portugal. (Arquivo)

Luís Figo já conta com o apoio oficial da Dinamarca, Montenegro, Polónia, Macedónia, Luxemburgo e Portugal. (Arquivo)

© Action Images / Reuters

A iniciativa é adiantada por fontes da equipa de trabalho do ex-futebolista português, citadas pela agência EFE, e que revelam que Figo vai estar igualmente presente na apresentação oficial da 13.ª edição da Gold Cup, a maior competição de seleções organizada pelo organismo, que vai decorrer na mesma cidade norte-americana, entre 07 e 26 de julho.

Em Filadélfia, o antigo internacional luso vai, junto dos responsáveis da CONCACAF e dos presidentes das federações que compõe o organismo, promover e explicar os principais pontos do seu projeto de candidatura ao mais alto cargo da FIFA.

Além de Figo, na corrida à liderança da FIFA estão ainda o atual presidente, o suíço Joseph Blatter, o príncipe jordano Ali Bin Al Hussein, vice-presidente da FIFA e membro do Comité Executivo, e o presidente da federação da Holanda, Michel van Praag.

Luís Figo já conta com o apoio oficial da Dinamarca, Montenegro, Polónia, Macedónia, Luxemburgo e Portugal.

As eleições para a presidência da FIFA realizam-se a 29 de maio.
  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.