sicnot

Perfil

Desporto

Melhor jogadora do mundo "sonha" com títulos mundial e olímpico

Marta Silva, aos 29 anos, quer continuar a somar títulos individuais e coletivos no futebol feminino e garante que irá lutar pela conquista dos títulos mundial e olímpico.

A atacante brasileira, que venceu por cinco vezes o título de melhor jogadora do mundo, está a participar pela primeira vez na Algarve Cup, a prova algarvia que reúne as melhores seleções mundiais da modalidade.

A atacante brasileira, que venceu por cinco vezes o título de melhor jogadora do mundo, está a participar pela primeira vez na Algarve Cup, a prova algarvia que reúne as melhores seleções mundiais da modalidade.

Lusa

A atacante brasileira, que venceu por cinco vezes o título de melhor jogadora do mundo, está a participar pela primeira vez na Algarve Cup, a prova algarvia que reúne as melhores seleções mundiais da modalidade.

"Depois do que já conquistei, espero conseguir algo mais. Quem sabe se já este ano no Mundial e também nas olimpíadas em 2016", disse à reportagem da Lusa a atacante brasileira, no final do penúltimo treino por terras algarvias.

Para Marta Silva, a participação da seleção brasileira na Algarve Cup tem sido "um grande e importante teste para a equipa, devido à integração da nova equipa técnica e também de jogadoras que representam a seleção pela primeira vez".

"Ficámos no grupo mais forte, o que é uma oportunidade para testar e preparar a equipa para termos condições de chegarmos melhor ao Mundial", disse Marta Silva, considerando que a prestação na prova algarvia - uma vitória, um empate e uma derrota - "servem para melhorar o que está menos bem".

A jogadora mais talentosa do Brasil elogiou a prova algarvia, "bem organizada com as melhores seleções, numa região muito agradável e com excelentes condições para as equipas trabalharem".

Apontada como referência para as jogadoras mais jovens e que chegam agora à seleção brasileira, Marta Silva considera que a distinção atribui-lhe maior responsabilidade: "Perceber que elas me veem como um exemplo, torna-se numa responsabilidade muito maior, porque queremos passar o melhor que temos, tanto dentro como fora do campo."

"Com o passar do tempo e da forma como as coisas têm acontecido na minha vida, tudo se torna uma responsabilidade, porque tenho de parar para pensar no que vou responder e fazer, dentro e fora do campo", sublinhou a atacante brasileira, acrescentando que "o facto de ser conhecida faz com que esteja sempre sob o olhar das pessoas".

Marta Silva tem na mãe o grande "ídolo e fonte inspiradora", devido à história de vida e da forma como criou os filhos, "com muitas dificuldades", mas no futebol masculino, Cristiano Ronaldo e Neymar "estão entre os preferidos".

"Hoje em dia, não há somente um bom jogador, existem vários, tanto no futebol masculino como no feminino", disse a jogadora da seleção `canarinha´, apontando como exemplo a sua companheira Formiga, "que, aos 37 anos, ainda continua a dar `show´ e a ser um exemplo".

Sobre a seleção portuguesa de futebol feminino, Marta Silva considera que "é uma equipa com novas jogadoras e que está a iniciar um novo trabalho e que tem necessidade de melhorar para competir de igual com outras seleções nas várias competições".

"É uma nova etapa e quem sabe se futuramente não se torna numa grande potência", concluiu Marta Silva.
  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59