sicnot

Perfil

Desporto

"O que se passou no Bessa roçou o ridículo", diz jogador do Vitória Guimarães

O futebolista do Vitória de Guimarães Moreno disse esta terça-feira que o plantel ainda está revoltado com o que se passou no jogo com o Boavista, da última jornada da I Liga, no qual foram expulsos três jogadores vitorianos.

Os minhotos até estiveram a ganhar, mas perderam por 3-1, num encontro em que três jogadores (Bernard, Nii Plange e Sami) viram o cartão vermelho e não podem alinhar diante do Vitória de Setúbal, no sábado, na 25ª jornada.

Os minhotos até estiveram a ganhar, mas perderam por 3-1, num encontro em que três jogadores (Bernard, Nii Plange e Sami) viram o cartão vermelho e não podem alinhar diante do Vitória de Setúbal, no sábado, na 25ª jornada.

Lusa

Os minhotos até estiveram a ganhar, mas perderam por 3-1, num encontro em que três jogadores (Bernard, Nii Plange e Sami) viram o cartão vermelho e não podem alinhar diante do Vitória de Setúbal, no sábado, na 25ª jornada.

"É normal que esteja revoltado, mas não é só o balneário, é quem gosta de futebol. Quem gostar de futebol e quem for isento revolta-se com o que se passou no Bessa, porque aquilo não é normal e chega a roçar o ridículo. O nosso presidente já disse o que tinha a dizer, compete-nos dar a resposta em campo", frisou o médio, que também alinha a defesa-central, à margem de uma visita de uma delegação do clube ao Colégio do Ave, em Guimarães.

A arbitragem de João Capela nesse jogo motivou fortes críticas dos responsáveis vitorianos, treinador e presidente à cabeça, e Moreno receia o que pode acontecer nas próximas jornadas.

"O que aconteceu no sábado deixa-nos um pouco com medo do que possa vir a acontecer, por isso, precisamos mais do que nunca do apoio da cidade de Guimarães", disse.

No sábado, o Vitória recebe o homónimo de Setúbal e Moreno prevê "um jogo difícil", porque os sadinos "precisam de pontos", mas quer dar uma resposta e somar os três pontos para prosseguir a luta por um lugar europeu.

"Espero que a equipa faça aquilo que estava a fazer na primeira parte do Bessa. Mesmo sem estar a jogar muito bem, estava a ser conseguido aquilo que se pretendia, que era estar em vantagem", referiu Moreno. 

O experiente jogador admite que as exibições não têm sido as melhores nos últimos jogos, mas considerou que o nível exibicional do Vitória, não sendo o que já mostrou na primeira volta, "também não está a ser assim tão mau". 

"Tem havido detalhes em que, se calhar, não temos estado tão concentrados e pormenores que têm feito a diferença. Somos o mesmo grupo e a qualidade está lá. Hoje, mais do que nunca, precisamos dos nossos adeptos, precisamos da cidade de Guimarães atrás de nós", reforçou.
Lusa
  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas