sicnot

Perfil

Desporto

"O que se passou no Bessa roçou o ridículo", diz jogador do Vitória Guimarães

O futebolista do Vitória de Guimarães Moreno disse esta terça-feira que o plantel ainda está revoltado com o que se passou no jogo com o Boavista, da última jornada da I Liga, no qual foram expulsos três jogadores vitorianos.

Os minhotos até estiveram a ganhar, mas perderam por 3-1, num encontro em que três jogadores (Bernard, Nii Plange e Sami) viram o cartão vermelho e não podem alinhar diante do Vitória de Setúbal, no sábado, na 25ª jornada.

Os minhotos até estiveram a ganhar, mas perderam por 3-1, num encontro em que três jogadores (Bernard, Nii Plange e Sami) viram o cartão vermelho e não podem alinhar diante do Vitória de Setúbal, no sábado, na 25ª jornada.

Lusa

Os minhotos até estiveram a ganhar, mas perderam por 3-1, num encontro em que três jogadores (Bernard, Nii Plange e Sami) viram o cartão vermelho e não podem alinhar diante do Vitória de Setúbal, no sábado, na 25ª jornada.

"É normal que esteja revoltado, mas não é só o balneário, é quem gosta de futebol. Quem gostar de futebol e quem for isento revolta-se com o que se passou no Bessa, porque aquilo não é normal e chega a roçar o ridículo. O nosso presidente já disse o que tinha a dizer, compete-nos dar a resposta em campo", frisou o médio, que também alinha a defesa-central, à margem de uma visita de uma delegação do clube ao Colégio do Ave, em Guimarães.

A arbitragem de João Capela nesse jogo motivou fortes críticas dos responsáveis vitorianos, treinador e presidente à cabeça, e Moreno receia o que pode acontecer nas próximas jornadas.

"O que aconteceu no sábado deixa-nos um pouco com medo do que possa vir a acontecer, por isso, precisamos mais do que nunca do apoio da cidade de Guimarães", disse.

No sábado, o Vitória recebe o homónimo de Setúbal e Moreno prevê "um jogo difícil", porque os sadinos "precisam de pontos", mas quer dar uma resposta e somar os três pontos para prosseguir a luta por um lugar europeu.

"Espero que a equipa faça aquilo que estava a fazer na primeira parte do Bessa. Mesmo sem estar a jogar muito bem, estava a ser conseguido aquilo que se pretendia, que era estar em vantagem", referiu Moreno. 

O experiente jogador admite que as exibições não têm sido as melhores nos últimos jogos, mas considerou que o nível exibicional do Vitória, não sendo o que já mostrou na primeira volta, "também não está a ser assim tão mau". 

"Tem havido detalhes em que, se calhar, não temos estado tão concentrados e pormenores que têm feito a diferença. Somos o mesmo grupo e a qualidade está lá. Hoje, mais do que nunca, precisamos dos nossos adeptos, precisamos da cidade de Guimarães atrás de nós", reforçou.
Lusa
  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.