sicnot

Perfil

Desporto

Danilo agradece apoio dos adeptos e promete voltar em breve para ajudar o FC Porto

O futebolista Danilo agradeceu hoje, pouco depois de ter tido alta hospitalar, todo o apoio recebido dos adeptos do FC Porto e garantiu que em breve vai estar em campo a ajudar a equipa.

JOS\303\211 COELHO

"O meu agradecimento pela força e pelas vibrações positivas de todos os portistas. Podem contar comigo, em breve vou poder estar em campo a dar o máximo pelo Porto, como sempre", afirmou o jogador brasileiro numa mensagem divulgada na conta de Twitter do FC Porto.

Danilo, que na terça-feira deixou o Dragão numa ambulância, após um choque com Fabiano, aos 18 minutos do FC Porto-Basileia (4-0), da Liga dos Campeões, teve hoje alta do Hospital de São João, no Porto. 

De acordo com a nota publicada no sítio dos 'dragões', "depois de ter sido observado e sujeito a exames complementares, não foi detetada qualquer lesão no defesa brasileiro".

"Após um curto período de repouso, em casa, Danilo estará apto para retomar os treinos com o plantel em breve", refere ainda a nota publicada no sítio dos portistas. 

O FC Porto venceu os suíços do Basileia por 4-0, em jogo da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, e garantiu, com um agregado de 5-1, a passagem aos 'quartos'.

Lusa
  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.