sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto goleia Basileia e segue em frente na Liga dos Campeões

O FC Porto apurou-se esta terça-feira para os quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, ao receber e golear os suíços do Basileia por 4-0, em encontro da segunda mão dos oitavos de final da prova.

Num encontro completamente dominado pelos `dragões´, o FC Porto chegou aom intervalo a vencer já por 1-0, com um tento de Brahimi, aos 14 minutos, tendo a goleada sobre a equipa de Paulo Sousa sido consumada na etapa complementar, com tentos de Herrera (47), Casemiro (56) e Aboubakar (76).

Num encontro completamente dominado pelos `dragões´, o FC Porto chegou aom intervalo a vencer já por 1-0, com um tento de Brahimi, aos 14 minutos, tendo a goleada sobre a equipa de Paulo Sousa sido consumada na etapa complementar, com tentos de Herrera (47), Casemiro (56) e Aboubakar (76).

© Miguel Vidal / Reuters

Num encontro completamente dominado pelos `dragões´, o FC Porto chegou aom intervalo a vencer já por 1-0, com um tento de Brahimi, aos 14 minutos, tendo a goleada sobre a equipa de Paulo Sousa sido consumada na etapa complementar, com tentos de Herrera (47), Casemiro (56) e Aboubakar (76).

Além dos `dragões´, também hoje seguiu em frente o Real Madrid, que teve em campo Pepe, Fábio Coentrão e Cristiano Ronaldo, autor de mais dois tentos, mas os madrilenos não se livraram de um grande susto, perdendo por 4-3 com o Schalke 04, numa eliminatória em que valeu o 2-0 trazido da primeira mão.
  • Obras no Miradouro de São de Pedro de Alcântara não foram a concurso
    2:50

    País

    As obras no Miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa, arrancaram esta segunda-feira. A intervenção foi adjudicada à construtora Teixeira Duarte sem concurso público. A autarquia justifica esta decisão com o caráter urgente da obra, argumento que não consta do relatório do Laboratório Nacional de Engenheria Civil, a que a SIC teve acesso.

  • Rajadas de vento em Moscovo atingem os 110 km/hora
    0:57

    Mundo

    A passagem de uma tempestade por Moscovo fez pelo menos 11 mortos e mais de 50 feridos. Os ventos fortes, que chegaram aos 110 km/hora, destruíram carros e telhados e provocaram atrasos nos transportes. Na região de Stavropol, mais de 60 mil pessoas foram retiradas de casa por perigo de cheias.