sicnot

Perfil

Desporto

Fejsa regressa à competição após 11 meses de paragem

O futebolista sérvio Ljubomir Fejsa, do Benfica, regressou hoje à competição, após 11 meses de paragem devido a uma lesão no joelho direito.

© Hugo Correia / Reuters

O médio defensivo 'encarnado', operado em maio ao ligamento cruzado anterior do joelho, entrou como titular na equipa B do Benfica, na receção ao Feirense, no Seixal, em jogo da 33.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, que teve início às 17:00.
Fejsa
Fejsa não jogava desde 10 de abril de 2014, dia em que foi titular frente aos holandeses do AZ Alkmaar, no Estádio da Luz, na segunda mão dos quartos de final da Liga Europa, antes de ser substituído por Enzo Pérez, aos 64 minutos.

Ausente dos relvados desde então, Fejsa foi operado em maio e perdeu a fase final da época 2013/14, mas o período de recuperação prolongou-se mais do que o esperado e o sérvio falhou a primeira parte da presente temporada, sendo inscrito na Liga somente em janeiro.

Fejsa, de 26 anos, chegou ao Benfica no verão de 2013, proveniente do Olympiacos, da Grécia. Antes, passou pelo Hajduk Kula, clube em que iniciou a carreira, e no Partizian de Belgrado, ao serviço do qual sofreu uma rotutra do mesmo ligamento em julho de 2010, o que motivou uma paragem de 10 meses.

Lusa
  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras