sicnot

Perfil

Desporto

Samaris vê jogo frente ao Braga como "mais um passo" rumo ao título

O futebolista grego Andreas Samaris, do Benfica, disse esta quarta-feira esperar por um jogo muito difícil frente ao Sporting de Braga, no sábado, mas considera ser "apenas mais um passo" rumo ao título da liga portuguesa.

O grego desvalorizou o facto de o Sporting de Braga ter vencido o Benfica nas duas últimas ocasiões, quer para o campeonato, quer para a Taça de Portugal, salientando que no próximo jogo o Benfica terá de querer vencer, porque é melhor e não porque perdeu os últimos jogos.

O grego desvalorizou o facto de o Sporting de Braga ter vencido o Benfica nas duas últimas ocasiões, quer para o campeonato, quer para a Taça de Portugal, salientando que no próximo jogo o Benfica terá de querer vencer, porque é melhor e não porque perdeu os últimos jogos.

Francisco Seco / AP

"É um jogo importantíssimo, sim. Como sempre, queremos fazer o nosso jogo e ganhar, mas não considero que seja um jogo decisivo. É apenas mais um passo, muito importante, para alcançar o nosso objetivo", afirmou o médio 'encarnado' à margem de uma sessão de autógrafos na loja do clube, no Estádio da Luz.

O grego desvalorizou o facto de o Sporting de Braga ter vencido ao Benfica nas duas últimas ocasiões, quer para o campeonato, quer para a Taça de Portugal, salientando que no próximo jogo o Benfica terá de querer vencer, porque é melhor e não porque perdeu os últimos jogos.

"O facto de o Benfica ter perdido os dois últimos jogos pode ser uma motivação para querer fazer melhor. Não podemos perder a cabeça e querer ganhar só porque não o fizemos nos últimos jogos", disse.

Contratado no início da época ao Olympiacos, por uma verba que rondou os 10 milhões de euros, o grego disse que ainda não está no seu melhor, mas que sente que está a evoluir de treino para treino.

Com 62 pontos, o Benfica lidera a liga portuguesa, com quatro de vantagem sobre o segundo classificado, o FC Porto. No sábado, os `encarnados´ recebem o Sporting de Braga, quarto classificado, no jogo `grande´ da 25.ª jornada.
Lusa
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.