sicnot

Perfil

Desporto

João Capela pede que "respeitem os árbitros"

O árbitro João Capela comentou hoje as críticas de elementos do Vitória de Guimarães à sua arbitragem no jogo Boavista-Vitória de Guimarães, da 24.ª jornada da I Liga de futebol, pedindo respeito por todos os árbitros.

Árbitro João Capela

Árbitro João Capela

AP/arquivo

"As opiniões são de cada um, mas eu respeito sempre, só peço que as pessoas respeitem os árbitros", reiterou o lisboeta à margem da apresentação do cartão Branco/Fairplay, que decorreu hoje em Lisboa.

O árbitro, de 40 anos, afirmou que "as avaliações já foram todas feitas" e frisou que se deve "valorizar os aspetos positivos do futebol", reforçando a ideia de que "as críticas, se forem construtivas, serão sempre positivas".

Além de João Capela, José Fontelas Gomes, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), comentou o sucedido, referindo que os árbitros "não acham que fazem tudo bem".

"Não fugimos às críticas, nem achamos que fazemos tudo bem. Os clubes estão no direito de reclamarem, no direito de avaliarem aquilo que são os comportamentos dentro de campo, as arbitragens dentro de campo e isso é apenas uma forma de o fazer. Desde que a critica seja elevada, dentro de um espírito de construção e de melhorar a arbitragem portuguesa, estamos abertos a ela", disse.

No encontro que colocou frente a frente Boavista e Vitória de Guimarães, disputado no passado domingo, a equipa de Rui Vitória terminou reduzida a oito unidades, com treinador e presidente dos vimaranenses a contestarem a prestação de João Capela.

"Dirigi-me [a João Capela] de uma forma exaltada, naturalmente, disse-lhe que ele não prestava como árbitro e que não o cumprimentava mais", disse, na altura, Rui Vitória.

O técnico acrescentou ainda: "É inevitável falar da arbitragem deste jogo. Não se pode vir conduzir um jogo a tentar primeiro salvar a sua pele, porque os árbitros querem é ter boas notas. O árbitro não pode ter medo daquilo que o jogo pode dar. Desde muito cedo [o árbitro João Capela] condicionou a partida com cartões que achei desnecessários e despropositados. Acima de tudo, veio com medo de um Boavista-Vitória."

O presidente do Vitória de Guimarães, Júlio Mendes, mostrou-se igualmente indignado, tendo mesmo referido que esperava que o árbitro não voltasse a estar em jogos dos vimaranenses.

"João Capela, hoje, deixou ficar muto mal a classe que representa", disse, desejando ainda que o árbitro "não apite mais o Vitória".


Lusa
  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32