sicnot

Perfil

Desporto

Danilo de regresso aos treinos do FC Porto embora condicionado

O defesa Danilo regressou hoje aos treinos do FC Porto, mas trabalhou de forma condicionada, no Olival, na preparação para o jogo com o Nacional, da 26.ª jornada da Liga de futebol.

© Miguel Vidal / Reuters

Uma semana após o choque com o guarda-redes Fabiano, que levou à sua saída em ambulância do Estádio do Dragão, no jogo com o Basileia, para a Liga dos Campeões, o defesa brasileiro regressou aos treinos, depois de um período de repouso em casa.

De acordo com a nota informativa publicada no sítio dos dragões, Danilo assistiu à palestra inicial de Julen Lopetegui, mas depois trabalhou no ginásio - na companhia do argelino Brahimi - e fez treino condicionado.

"Maicon, que no sábado tinha realizado trabalho de ginásio e treino condicionado, devido a fadiga muscular que o impediu de ser chamado para o confronto com o Arouca, trabalhou sem limitações", refere ainda a nota portista.

A recuperar de lesões, Adrián López voltou a realizar trabalho de ginásio e treino condicionado, e Jackson Martínez fez tratamento, enquanto o avançado Gonçalo Paciência, da equipa B, treinou com o plantel principal.

O FC Porto prossegue pelas 10:30 de quarta-feira, no Olival, a preparação da deslocação ao Nacional, em jogo agendado para as 20:15 de sábado, com uma sessão de treino que terá os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

Lusa
  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43