sicnot

Perfil

Desporto

Danilo de regresso aos treinos do FC Porto embora condicionado

O defesa Danilo regressou hoje aos treinos do FC Porto, mas trabalhou de forma condicionada, no Olival, na preparação para o jogo com o Nacional, da 26.ª jornada da Liga de futebol.

© Miguel Vidal / Reuters

Uma semana após o choque com o guarda-redes Fabiano, que levou à sua saída em ambulância do Estádio do Dragão, no jogo com o Basileia, para a Liga dos Campeões, o defesa brasileiro regressou aos treinos, depois de um período de repouso em casa.

De acordo com a nota informativa publicada no sítio dos dragões, Danilo assistiu à palestra inicial de Julen Lopetegui, mas depois trabalhou no ginásio - na companhia do argelino Brahimi - e fez treino condicionado.

"Maicon, que no sábado tinha realizado trabalho de ginásio e treino condicionado, devido a fadiga muscular que o impediu de ser chamado para o confronto com o Arouca, trabalhou sem limitações", refere ainda a nota portista.

A recuperar de lesões, Adrián López voltou a realizar trabalho de ginásio e treino condicionado, e Jackson Martínez fez tratamento, enquanto o avançado Gonçalo Paciência, da equipa B, treinou com o plantel principal.

O FC Porto prossegue pelas 10:30 de quarta-feira, no Olival, a preparação da deslocação ao Nacional, em jogo agendado para as 20:15 de sábado, com uma sessão de treino que terá os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

Lusa
  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.