sicnot

Perfil

Desporto

Danilo de regresso aos treinos do FC Porto embora condicionado

O defesa Danilo regressou hoje aos treinos do FC Porto, mas trabalhou de forma condicionada, no Olival, na preparação para o jogo com o Nacional, da 26.ª jornada da Liga de futebol.

© Miguel Vidal / Reuters

Uma semana após o choque com o guarda-redes Fabiano, que levou à sua saída em ambulância do Estádio do Dragão, no jogo com o Basileia, para a Liga dos Campeões, o defesa brasileiro regressou aos treinos, depois de um período de repouso em casa.

De acordo com a nota informativa publicada no sítio dos dragões, Danilo assistiu à palestra inicial de Julen Lopetegui, mas depois trabalhou no ginásio - na companhia do argelino Brahimi - e fez treino condicionado.

"Maicon, que no sábado tinha realizado trabalho de ginásio e treino condicionado, devido a fadiga muscular que o impediu de ser chamado para o confronto com o Arouca, trabalhou sem limitações", refere ainda a nota portista.

A recuperar de lesões, Adrián López voltou a realizar trabalho de ginásio e treino condicionado, e Jackson Martínez fez tratamento, enquanto o avançado Gonçalo Paciência, da equipa B, treinou com o plantel principal.

O FC Porto prossegue pelas 10:30 de quarta-feira, no Olival, a preparação da deslocação ao Nacional, em jogo agendado para as 20:15 de sábado, com uma sessão de treino que terá os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

Lusa
  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05