sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Simão substitui Lito Vidigal no comando técnico do Belenenses

O treinador Jorge Simão é o novo treinador do Belenenses, anunciou esta terça-feira o clube da I Liga portuguesa de futebol no Twitter oficial, embora ainda não tenha sido oficializada a rescisão de Lito Vidigal.

Jorge Simão, de 38 anos, regressa ao Restelo, onde foi adjunto de Mitchell van der Gaag, de 2012/13 e 2013/14, sendo que atualmente era treinador do Mafra, do Campeonato Nacional de Seniores. (Arquivo)

Jorge Simão, de 38 anos, regressa ao Restelo, onde foi adjunto de Mitchell van der Gaag, de 2012/13 e 2013/14, sendo que atualmente era treinador do Mafra, do Campeonato Nacional de Seniores. (Arquivo)

Alexandre Pona

"Damos as boas vindas ao nosso técnico Jorge Simão. Votos de um excelente regresso a casa", lê-se na curta mensagem na página da SAD do Belenenses naquela rede social.

Jorge Simão, de 38 anos, regressa ao Restelo, onde foi adjunto de Mitchell van der Gaag, de 2012/13 e 2013/14, sendo que atualmente era treinador do Mafra, do Campeonato Nacional de Seniores.

A saída de Lito Vidigal ainda não foi oficializada e Nuno Almeida, assessor de comunicação da SAD, leu aos jornalistas um curto comunicado, em que confirmou apenas a contratação de Jorge Simão.

"Em nome da SAD vimos comunicar que o professor Jorge Simão vai orientar a equipa até final da época. Já estará no banco no Estádio do Bessa e vai orientar o treino de hoje. Fez parte da equipa técnica que levou o clube de regresso à I Liga e confiamos no trabalho dele", disse Nuno Almeida.

Apesar da falta de confirmação oficial da saída do treinador angolano, na mesma rede social e na resposta a um adepto, a SAD 'azul' diz que Lito Vidigal "não concordava" com o "projeto a oito anos que passa por potenciar jovens portugueses", revelando que o "diferendo vem da pré-época".

O treinador angolano, de 45 anos, deixa o clube do Restelo no sétimo lugar da I Liga portuguesa, com 36 pontos, em igualdade com o Paços de Ferreira, sexto, e a quatro do sexto lugar, ocupado pelo Vitória de Guimarães e que dá acesso direto à Liga Europa.

Lito Vidigal chegou na última temporada ao Belenenses, numa altura em que o clube lutava pela manutenção, e conseguiu 'salvar' a equipa, que terminou o campeonato na 14.ª e antepenúltima posição, quatro pontos acima da 'linha de água'.

Esta época, o treinador e o presidente da SAD já tiveram vários desentendimentos, o último dos quais depois de Rui Pedro Soares ter escrito na rede social facebook que "preferia jogar na Liga Europa na próxima época e na seguinte na II Liga, a estar dois anos na I Liga, sem jogar na Liga Europa", acrescentando igualmente que "preferia jogar a Liga dos Campeões e passar os quatro anos seguintes na II Liga, a estar cinco anos na I Liga sem jogar a Liga dos Campeões."

Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.