sicnot

Perfil

Desporto

Piloto de Fórmula 1 Van der Garde rescinde com a Sauber por "mútuo acordo"

O piloto holandês de Fórmula 1 Giedo van der Garde anunciou hoje, na sua página oficial no Facebook, que rescindiu contrato com a Sauber por "mútuo acordo".

Luca Bruno

O piloto holandês tinha acusado a Sauber de ter rasgado o acordo que estava celebrado para 2015 e atribuído os dois monolugares da equipa ao sueco Marcus Ericsson e ao 'rookie' brasileiro Felipe Nars, que conseguiram reunir mais patrocínios.

Em vésperas do arranque do Mundial de Fórmula 1, na Austrália, um tribunal australiano deu razão a Van der Garde e ordenou que a escuderia recolocasse o piloto na equipa.

A Sauber começou por ignorar a ordem do tribunal nas sessões de treinos livres e acabou mesmo por disputar a corrida com Ericsson e Nars, depois de Van der Garde ter desistido do direito de disputar o Grande Prémio da Austrália.

"Estou triste e desiludido. Trabalhei arduamente pela minha carreira. Destruíram o meu sonho e provavelmente já não terei futuro na F1", escreveu o piloto holandês.

No entanto, o piloto, de 29 anos, garantiu que a sua carreira no desporto automóvel "não acabou", admitindo disputar o Mundial de resistência, que começa a 12 de abril, no circuito britânico de Silverstone.

Segundo a imprensa, a Sauber terá indemnizado Van der Garde em 15 milhões de euros.

Lusa

  • Morreu Miguel Beleza, antigo ministro das Finanças e governador do BdP
    1:34
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.