sicnot

Perfil

Desporto

Piloto de Fórmula 1 Van der Garde rescinde com a Sauber por "mútuo acordo"

O piloto holandês de Fórmula 1 Giedo van der Garde anunciou hoje, na sua página oficial no Facebook, que rescindiu contrato com a Sauber por "mútuo acordo".

Luca Bruno

O piloto holandês tinha acusado a Sauber de ter rasgado o acordo que estava celebrado para 2015 e atribuído os dois monolugares da equipa ao sueco Marcus Ericsson e ao 'rookie' brasileiro Felipe Nars, que conseguiram reunir mais patrocínios.

Em vésperas do arranque do Mundial de Fórmula 1, na Austrália, um tribunal australiano deu razão a Van der Garde e ordenou que a escuderia recolocasse o piloto na equipa.

A Sauber começou por ignorar a ordem do tribunal nas sessões de treinos livres e acabou mesmo por disputar a corrida com Ericsson e Nars, depois de Van der Garde ter desistido do direito de disputar o Grande Prémio da Austrália.

"Estou triste e desiludido. Trabalhei arduamente pela minha carreira. Destruíram o meu sonho e provavelmente já não terei futuro na F1", escreveu o piloto holandês.

No entanto, o piloto, de 29 anos, garantiu que a sua carreira no desporto automóvel "não acabou", admitindo disputar o Mundial de resistência, que começa a 12 de abril, no circuito britânico de Silverstone.

Segundo a imprensa, a Sauber terá indemnizado Van der Garde em 15 milhões de euros.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.